Após perder sua guarda, pais biológicos sequestram a própria filha e a escondem por 2 anos embaixo da escada do porão

Após ser encontrada, a menina foi levada ao hospital para ser examinada. Ela foi encontrada com boa saúde.

Postado em: 18-02-2022 às 10h25
Por: Ícaro Gonçalves
Após ser encontrada, a menina foi levada ao hospital para ser examinada. Ela foi encontrada com boa saúde | Foto: Reprodução

Uma menina norte-americana de 6 anos de idade que estava desaparecida há mais de dois anos foi finalmente encontrada no começo desta semana pela polícia de Nova York, nos Estados Unidos. Ela estava viva e com boa saúde, mas o fato curioso é que os policiais a encontraram dentro da casa dos próprios pais biológicos, vivendo embaixo da escada do porão.

A pequena Paislee Shultis tinha apenas 4 anos quando desapareceu de sua casa em Cayuga Heights, onde morava com seus pais adotivos. Após seu desaparecimento, a polícia inicialmente suspeitou de seus pais biológicos que perderam sua guarda – Kimberly Cooper e Kirk Shultis Jr.

Com o decorrer das investigações, os policiais receberam a informação de que a criança talvez estivesse sendo escondida em uma casa na rua Fawn Road, na mesma cidade onde seus pais biológicos estavam morando. Eles obtiveram um mandado de busca e, na segunda-feira (14/2), decidiram averiguar o local. Foi quando Paislee foi localizada vivendo em baixo das escadas.

Continua após a publicidade

De acordo com uma reportagem da NBC New York, uma mulher se apresentou aos policiais como dona da casa e disse não ter conhecimento do paradeiro da criança. Durante a revista, a polícia encontrou Shultis e sua mãe sem custódia, Kimberley Cooper, em um ‘quarto improvisado’ escondido sob uma escada fechada, que levava ao porão da casa .

Prisões

O chefe de polícia de Saugerties, Joseph Sinagra, disse em um comunicado: “Pouco mais de uma hora após as buscas na residência, a criança foi localizada escondida em uma sala improvisada, sob uma escada fechada que leva ao porão da residência”. Após ser encontrada, a menina foi levada ao hospital para ser examinada. Ela foi encontrada com boa saúde.

A mãe biológica, Kimberly Cooper, foi presa sob acusações de interferência na custódia e colocar em risco o bem-estar de uma criança. Seu pai não guardião, Kirk Shultis Jr, foi acusado de crime de interferência de custódia e contravenção infantil.

No depoimento fornecido pelo detetive da Saugerties, Erik Thiele, ele disse que notou algo na escada que levava dos fundos da residência ao porão da casa que chamou sua atenção.

Eles encontraram os pés da menina depois de acender uma tocha perto da escada. Então, depois de removê-lo, eles finalmente encontraram a criança.

Veja Também