Desativada há 20 anos, usina de Chernobyl é capturada pela Rússia; entenda gravidade da situação

Nesta quinta-feira (24/02), a usina nuclear de Chernobyl foi capturada pelas forças militares Russas. A declaração foi feita por Mykhailo Podolyak, conselheiro do gabinete presidencial ucraniano.

Postado em: 24-02-2022 às 16h09
Por: Eduarda Albuquerque
O acidente nuclear ocorrido na Usina de Chernobyl é considerado o pior e maior acidente nuclear da humanidade | Foto: Reprodução

Segundo o Ministério das Relações Exteriores Ucranianas, a maior consequência da tomada da usina nuclear em Chernobyl, é que os ataques militares da Rússia podem espalhar radiação pela Europa, causando desequilíbrios ecológicos e riscos à qualidade de vida europeia.

Nesta quinta-feira (24/02), a usina nuclear de Chernobyl foi capturada pelas forças militares Russas. A declaração foi feita por Mykhailo Podolyak, conselheiro do gabinete presidencial ucraniano. Para Poldolyak, essa é uma das ameaças mais sérias a Europa atualmente.

“É impossível dizer que a usina nuclear de Chernobyl está segura após um ataque completamente sem sentido dos russos”, disse ele.

Continua após a publicidade

Putin promete retaliação

Na madrugada desta quinta-feira, o presidente Putin prometeu retaliação a qualquer nação que intrometesse no seu ataque contra a Ucrânia.

“Tomei a decisão por uma operação militar”, declarou Putin em uma mensagem televisionada inesperada pouco antes das 03:00 GMT (meia-noite de Brasília). Na mensagem, o mandatário russo pediu aos militares ucranianos que “deponham as armas”.

Desativada há duas décadas

O acidente nuclear ocorrido na Usina de Chernobyl é considerado o pior e maior acidente nuclear da humanidade. A catástrofe aconteceu em 1986, mas a usina foi desativada oficialmente apenas nos anos 2000.

Foto: Reprodução

Veja Também