Comboio de soldados russos com quilômetros de extensão se aproxima de Kiev, capital da Ucrânia

Os russos dizem ter assumido o controle da estação ferroviária e do porto de Kherson, mas autoridades ucranianas negam.

Postado em: 02-03-2022 às 08h31
Por: Ícaro Gonçalves
Os russos dizem ter assumido o controle da estação ferroviária e do porto de Kherson, mas autoridades ucranianas negam | Imagens: Reprodução

A invasão russa no território ucraniano completa uma semana nesta quarta-feira (2/3), com novas explosões em prédios de Kharkiv e a possível tomada de Kherson, cidade no sul da Ucrânia. Se isso for confirmado, esta seria a maior cidade ucraniana a ser capturada pelas forças russas até o momento.

Nas redes sociais, novas imagens mostram as sedes do distrito policial e de uma universidade em Kharkiv destruídas após serem bombardeadas. De acordo com as autoridades ucranianas, 21 pessoas morreram após os ataques nos locais. Confira:

O Ministério da Defesa da Rússia afirma que suas tropas já tomaram Kherson, cidade próxima ao Mar Negro. Os russos dizem ter assumido o controle da estação ferroviária e do porto, porém, o prefeito da cidade diz que o território ainda está sob controle ucraniano: “Ainda somos a Ucrânia. Continuamos firmes”, escreveu ele no Facebook.

Invasão à capital

A sede do poder federal ucraniano, Kiev, permanece nas mãos da Ucrânia. Porém vem sofrendo sérios ataques consecutivos. Segundo informações, um enorme comboio militar russo com quilômetros de extensão, avança lentamente em direção à cidade.

Moscou alertou na tarde de terça-feira que realizará ataques a sedes dos serviços de segurança em Kiev para “evitar ataques de informação contra a Rússia” e disse que civis devem deixar esses locais.

Veja Também