Nova pesquisa mostra que efeitos da covid continuam por semanas em 10 a 20% dos infectados

O relatório afirma: "A condição pós-covid-19 é imprevisível e debilitante e pode, posteriormente, levar a problemas de saúde mental, tais como ansiedade, depressão e sintomatologia pós-traumática".

Postado em: 10-03-2022 às 15h58
Por: Cecília Sampaio
O relatório afirma: "A condição pós-covid-19 é imprevisível e debilitante e pode, posteriormente, levar a problemas de saúde mental, tais como ansiedade, depressão e sintomatologia pós-traumática". | Foto: reprodução

Nesta quinta-feira (9/3) foi divulgado o Relatório Europeu da Saúde de 2021 pela OMS. Nele consta que 10 a 20% de pessoas que depois da fase aguda da infecção do Covid-19, experimentam a doença contínua durante semanas ou meses, chamada covid longa.

O relatório afirma: “A condição pós-covid-19 é imprevisível e debilitante e pode, posteriormente, levar a problemas de saúde mental, tais como ansiedade, depressão e sintomatologia pós-traumática”.

O Relatório Europeu da Saúde é publicado a cada três anos. Esse último além de falar sobre a vigilância e investigação sobre futuras novas ondas do Covid, expõem como as medidas restritivas da doenças “influenciaram negativamente os comportamentos de saúde”.

Continua após a publicidade

OMS também alertou sobre o “impacto no bem-estar mental” em crianças e adolescentes  com o afastamento de escolas e universidade. “Uma análise recente mostra um número significativo de crianças que sofrem de ansiedade, depressão, irritabilidade, desatenção, medo, tédio e distúrbios do sono”, alertou o documento.

Ele evidencia o risco sofrido pelos trabalhadores da área da saúde maior risco de infeção por SARS-CoV-2 e o fato da infecção neles ser ligeiramente maior a permanência da infecção.

O que é a covid longa e quais seus sintomas?

No Brasil não há estudos propriamente sobre a covid longa, mas o Instituto Nacional de Estatísticas britânico (ONS, na sigla em inglês) estimou que 1,3 milhões de pessoas no Reino Unido tiveram infecção com sintomas que duraram mais de 4 semanas.

Pela covid longa ainda não ser totalmente compreendida e não ser acordado internacionalmente, então dados como o quão comum ela é ou quais seu sintomas variam. De acordo com o sistema de saúde britânico os sintomas são:

– Cansaço extremo;

– Falta de ar, palpitações no coração, dor ou aperto no peito;

– Problemas de memória e concentração (“névoa mental”);

– Alterações no olfato e paladar;

– Dor nas articulações.

Veja Também