Cúpula do G7 anuncia corte na importação do ouro russo e Biden pede união

A cúpula do G7 – grupo que reúne as sete nações mais ricas do mundo – anunciou durante a abertura, na manhã

Postado em: 26-06-2022 às 11h00
Por: Ana Bárbara Quêtto
O banimento do ouro é uma medida inédita e foi proposto pelos Estados Unidos. | Foto: Leonhard Foeger/ Reuters

A cúpula do G7 – grupo que reúne as sete nações mais ricas do mundo – anunciou durante a abertura, na manhã deste domingo (26/6), a decisão de banir a importação de ouro vindo da Rússia. A medida entrará em vigor na terça-feira (28/6).

A cúpula ocorre na Alemanha e conta com a participação dos Estados Unidos, Joe Biden, e da França, Emmanuel Macron, e os primeiros-ministros da Alemanha, Olaf Scholz, e do Reino Unido, Boris Johnson.

O banimento do ouro é uma medida inédita e foi proposto pelos Estados Unidos. A ação faz parte do pacote de sanções contra Moscou imposto por países do Ocidente desde o início da invasão russa à Ucrânia, em 24 de fevereiro.

Continua após a publicidade

Assim que chegou ao castelo, onde a cúpula é promovida, Biden afirmou que apelou para que os países sigam unidos. Os EUA têm coordenado com outros países para impor custos econômicos rápidos e significativos à Rússia. Com o objetivo de negar ao presidente, Vladimir Putin, a receita necessária para financiar a guerra.

Veja Também