Sonda chinesa fotografa toda a superfície de Marte

Tianwen-1 passou um ano na superfície do planeta e completou tarefas.

Postado em: 01-07-2022 às 09h20
Por: Luan Monteiro
Tianwen-1 passou um ano na superfície do planeta e completou tarefas. | Foto: Reprodução

A sonda chinesa Tianwen-1, fotografou a totalidade da superfície de Marte. Depois de um ano na superfície do planeta vermelho, a Agência Espacial Chinesa (CNSA) anunciou que a sonda tinha completado todas as tarefas, incluindo a captura de imagens de média resolução de todo o planeta.

É o resultado das tarefas da sonda Tianwen-1. O nome atribuído à sonda significa “busca da verdade celestial”, e ela foi lançada em 2020, pousando em Marte em maio deste ano.

O rover Zhurong, que seguia a bordo, iniciou a missão de patrulha e exploração da superfície de Marte, enquanto o módulo em órbita estabelecia e retransmitia as comunicações entre o veículo de exploração e a Terra.

Continua após a publicidade

Em comunicado, a Agência Espacial Chinesa explicou que a sonda concluiu os objetivos desta fase, especialmente a captura de imagens de média resolução que cobrem todo o planeta.

As imagens foram registradas pelo módulo em órbita que circundou Marte 1.344 vezes em 706 dias, captando o planeta vermelho de todos os ângulos, numa ação combinada com o rover que explorava a superfície, indicou a CNSA.

O veículo de superfície, com seis rodas, transportou instrumentos científicos para reunir informações sobre a estrutura geológica, a atmosfera, o meio ambiente e o solo de Marte.

De acordo com a CNSA, “a sonda recolheu 1.040 gigabytes de dados científicos brutos, que foram processados por cientistas na Terra e entregues a equipes de investigação para estudos adicionais”. 

A agência acrescentou que as informações de voo do módulo em órbita foram partilhadas com a Nasa, a agência espacial norte-americana, e a Agência Espacial Europeia. os dados científicos estarão disponíveis para cientistas internacionais “no momento apropriado”.

O rover entrou em modo inativo em 18 de maio e assim permanecerá durante o inverno marciano, que se caracteriza por baixas temperaturas e más condições, com areia e poeira.

Com informações da Rádio e Televisão de Portugal.

Veja Também