Ucrânia acusa Rússia de ataques no sul e leste do país

O Exército da Ucrânia afirmou que prédios residenciais foram atingidos em Odessa, próxima ao Mar Negro, e em Mikolaiv, onde a infraestrutura teria sido danificada por bombardeios.

Postado em: 26-07-2022 às 13h01
Por: Luan Monteiro
O Exército da Ucrânia afirmou que prédios residenciais foram atingidos em Odessa, próxima ao Mar Negro, e em Mikolaiv, onde a infraestrutura teria sido danificada por bombardeios.

O governo da Ucrânia relatou nesta terça-feira (26/7) múltiplos ataques na parte sul e leste do país. Segundo autoridades ucranianas, a Rússia realiza estes ataques a despeito do acordo firmado entre os países e a Organização das Nações Unidas (ONU) para retomar as exportações.

O Exército da Ucrânia afirmou que prédios residenciais foram atingidos em Odessa, próxima ao Mar Negro, e em Mikolaiv, onde a infraestrutura teria sido atingida por bombardeios.

Em Donbass, três civis morreram na província de Donetsk. Segundo o governo local, as cidades de Toretsk, Avdivka, Márinka e Krasnogórivka teriam sido atingidas por mísseis, além de Bakhmut e Solivansk.

Continua após a publicidade

O Kremlin, por sua vez, afirma ter destruído oito depósitos de armas e mísseis ucranianos em Mikolaiv e Donetsk. O Ministério da Defesa russo afirmou que o centro de coordenação conjunta com a Ucrânia, Turquia e a ONU foi aberto em Istambul, na Turquia, para monitorar as exportações.

Veja Também