Rússia alega que Ucrânia tentou atacar território próximo a usinas nucleares com drones

De acordo com informações das agências estatais russas, houve uma tentativa de ataque com oito drones "kamikaze" perto da usina nuclear de Zaporizhzhia.

Postado em: 25-09-2022 às 10h54
Por: Victória Vieira
O período de votação para Zaporizhzhia se tornar uma anexação à Rússia iniciou nesta sexta-feira (23/9) | Foto: Reprodução/ REUTERS/Alexander Ermochenko

O Ministério da Defesa da Rússia realizou um comunicado oficial relacionado aos desdobramentos da guerra com a Ucrânia. O órgão governamental acusa o país de atacar uma área próxima a usinas nucleares com a utilização de drones. De acordo com informações das agências estatais russas “TASS” e “RIA”, houve uma tentativa de ataque com oito drones “kamikaze” perto da usina nuclear de Zaporizhzhia.

Apesar do susto protagonizado pelos russos, o anúncio afirma que os objetos não eram tripulados, assim, foram derrubados imediatamente. Além disso, eles destacam que os níveis de radiação próximo ao local estão normais.

Leia também:

Continua após a publicidade

Biden ataca Rússia e diz que “não pode se vencer uma guerra nuclear”, em discurso da ONU

Saiba por que a Rússia não consegue vencer a guerra contra a Ucrânia, apesar da superioridade

O período de votação para Zaporizhzhia, em Enerhodar, na Ucrânia, se tornar uma anexação à Rússia iniciou nesta sexta-feira (23/9) e será finalizada na terça-feira (27). Porém, este fator tem gerado tensão entre os governantes que não concordam com a proposta.

Os membros do G7 e da União Europeia não apoiam a decisão. A Ucrânia relata que também não irá reconhecer os resultados.

Veja Também