Estado Islâmico reivindica atentado em centro eleitoral de Cabul

Explosão com homem bomba aconteceu em aglomeração de cartório. Vítimas registravam para votação de eleições parlamentares

Postado em: 22-04-2018 às 11h00
Por: Guilherme Araújo
Explosão com homem bomba aconteceu em aglomeração de cartório. Vítimas registravam para votação de eleições parlamentares

O grupo terrorista Estado Islâmico (EI) assumiu a responsabilidade pelo atentado suicida cometido em Cabul, capital do Afeganistão, contra um centro de registros eleitorais. Trinta e uma pessoas morreram, de acordo com autoridades do país.

Sem ter sua autenticidade verificada, o grupo enviou via Telegram um comunicado reivindicando o ataque, classificando Qari Omar al Bishauri, autor do atentato, como “um mártir” do grupo jihadista.

Continua após a publicidade

Na ocasião o terrorista chegou até um grupo de eleitores politeístas e detonou um colete com explosivos, em uma região de minoria xiita hazara, alvo constante do Estado Islâmico. Estima-se que mais de 60 pessoas tenham ficado feridas. 

Veja Também