Energia solar nas empresas: o melhor caminho

Os valores gastos com a conta de energia estão pesando no orçamento dos empresários, independentemente do tamanho de sua organização

Postado em: 13-07-2022 às 09h46
Por: Redação
Os valores gastos com a conta de energia estão pesando no orçamento dos empresários, independentemente do tamanho de sua organização | Foto: Reprodução

Jordan Jorge

Determinante nas decisões de compra e investimento em empresas, a sustentabilidade não é só uma questão de responsabilidade ambiental e social. Ela tem grande peso nas tomadas de decisão estratégicas. Cientes disso e também buscando alternativas mais acessíveis financeiramente no suprimento de energia elétrica, empresários veem nas usinas fotovoltaicas uma realidade. Os setores de indústria, comércio e serviços já representam cerca de 40% de toda a potência de energia solar utilizada no Brasil hoje, de acordo com Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar).

Os valores gastos com a conta de energia estão pesando no orçamento dos empresários, independentemente do tamanho de sua organização. Para além das correções inflacionárias na tarifa em si, o mais recente aumento aponta reajustes de até 64% nas bandeiras tarifárias. Com a instalação de uma usina solar é possível economizar de 80% a 95% nos custos com energia elétrica, pagando o investimento em até quatro anos. Após este período, o dinheiro economizado pode ser destinado aos mais variados investimentos para a própria empresa, seja na decisão de expandir a operação ou até mesmo se tornar mais competitivo perante aos concorrentes.

Continua após a publicidade

Após instalar uma usina solar para abastecer uma parte de sua fábrica e os seus restaurantes, uma importante rede de alimentação saudável goiana conseguiu gerar uma economia média mensal em torno de R$12 mil com a fatura de energia. Com a economia anual estimada em mais de R$ 140 mil, o objetivo da empresa é usar esse valor para investir na ampliação da produção energética, instalando uma segunda usina solar para abastecer 100% da sua demanda de energia.

Se, por um lado, a economia é certeira, por outro se ganha também com o marketing verde. Portanto, se a empresa decidiu investir em energia solar é preciso destacar a importância dessa atitude refletida na prática no meio ambiente. No caso da rede citada acima, a usina solar de 96,48 kWp de potência está contribuindo ambientalmente com o equivalente a 72 árvores plantadas e 18 toneladas de CO2 evitados por ano. Externar a preocupação ambiental incentiva as pessoas a desejarem fazer negócios com essas organizações. Estudo realizado pela agência de pesquisa norte-americana, Union + Webster em 2019, apontou que 87% da população brasileira prefere comprar produtos e serviços de empresas sustentáveis e 70% dos entrevistados disse que não se importa em pagar um pouco mais por isso.

Além disso, os colaboradores têm orgulho de trabalhar em uma organização que pensa no seu ecossistema. Pesquisas como a das Melhores Empresas Para se Trabalhar, das revistas Exame e Você S/A, demonstram que existe sim uma correlação importante entre satisfação no trabalho e práticas sustentáveis, ainda que não seja possível dimensioná-las. Segundo a metodologia utilizada na pesquisa pela Fundação Instituto de Administração (FIA), da Universidade de São Paulo (USP), a responsabilidade social e ambiental compõe, com remuneração e benefícios, carreira profissional, educação, integridade do trabalhador e saúde, um conjunto de indicadores relevantes para avaliar a qualidade das práticas de gestão de pessoas.

Uma tendência que vai ao encontro do movimento ESG, do inglês Environmental, Social and Governance, que mede a preocupação de uma organização, independentemente do seu tamanho, em minimizar os impactos no meio ambiente, contribuir para a sociedade e aplicar as melhores práticas de gestão empresarial. Diante do exposto, a expansão do uso da energia solar fotovoltaica para empresas é apenas uma consequência natural do desenvolvimento de uma consciência ambiental, social e financeira que busca preservar os meios de produção e garantir a qualidade de vida das próximas gerações.

Jordan Jorge é diretor comercial de empresa que atua no setor de energia fotovoltaica

Veja Também