Daniel vence eleição e derrota grupo de Iris

Deputado federal, filho de Maguito Vilela, vence disputa por 174 votos contra 63 de Nailton Oliveira, que recebeu o apoio de Iris Rezende

Postado em: 06-02-2016 às 00h00
Por: Redação
Deputado federal, filho de Maguito Vilela, vence disputa por 174 votos contra 63 de Nailton Oliveira, que recebeu o apoio de Iris Rezende

Venceslau Pimentel

Confirmando todos os prognósticos, o deputado federal Daniel Vilela sagrou-se, ontem, presidente do diretório estadual do PMDB, com 174 votos, contra 63 do ex-prefeito de Bom Jardim, Nailton Oliveira. É a primeira vez que um candidato apoiado pelo ex-governador e ex-prefeito Iris Rezende sai derrotado na disputa pelo comando do partido, desde que ele elegeu-se pela primeira vez governador de Goiás, nas eleições de 1982.

A vitória de Daniel é atribuída, em parte, ao empenho do pai dele, Maguito Vilela, prefeito de Aparecida de Goiânia, que sempre esteve no papel de segunda maior liderança do partido, com Iris na liderança. No entanto, o percentual que ele registrou, de 73% de frente em relação ao seu adversário, mostra que ele desponta como uma nova liderança na legenda, e que passa a ser um nome de peso para as eleições estaduais de 2018. 

Continua após a publicidade

Do final do mandato do ex-presidente do diretório, Samuel Belchior, que se deu em 31 de outubro de 2015, Daniel venceu todas as etapas no embate com o grupo Iris. Durante todo esse tempo, o PMDB ficou praticamente acéfalo, e só tomou rumo depois que a executiva nacional teve que interferir no processo, indicando o deputado federal Pedro Chaves para comandar a comissão provisória.

Numa manobra regimental, o grupo ligado a Daniel recorreu à Justiça para impedir que a eleição no diretório fosse realizada dia 29 de outubro. E conseguiu. A liminar foi concedida pelo juiz Abílio Wolney, da 9ª Vara Civil de Goiânia, acolhendo pedido do ex-prefeito de Inhumas, José Essado. De lá até a eleição de ontem, verificou-se o recrudescimento da guerra interna, numa disputa direta entre Maguito e a ex-deputada Iris de Araújo.

O ápice se deu com quebradeira e tiro na sede do diretório, envolvendo o deputado Paulo Cezar Martins (membro do grupo do deputado), e o presidente estadual e nacional da juventude do PMDB, Pablo Rezende (a ala de Nailton).

Fora dos bastidores, Iris e Maguito procuram minimizar o embate interno, mas sem muito sucesso. Assim que o resultado da eleição foi divulgado ontem, os dois pediram união. De sua parte, Iris reconheceu a derrota para a renovação que Daniel representa na legenda. “Tenho procurado abrir espaço e colocar a juventude na frente”, discursou. Mas, na prática, ele tem mantido o comando do diretório ao longo de sua carreira política.

Daniel comemorou muito o resultado. “É com grande emoção, com grande alegria que recebo essa oportunidade e essa responsabilidade de presidir o maior partido de Goiás”, discurso, agradecendo o apoio dos que acreditaram no seu projeto para o partido. 

Veja Também