PSDB trabalha por candidato de consenso

Com a desistência do deputado Delegado Waldir, o partido quer chegar às prévias do dia 21 com apenas um candidato a prefeito

Postado em: 13-02-2016 às 00h00
Por: Redação
Com a desistência do deputado Delegado Waldir, o partido quer chegar às prévias do dia 21 com apenas um candidato a prefeito

Sara Queiroz (Especial para O Hoje)

Após a desistência do pré-candidato a prefeitura Waldir Soares (PSDB), o consenso em torno de um nome para as prévias do partido que serão realizadas no dia 21 de fevereiro começa a se desenhar no PSDB. Enquanto o pré-candidato e vereador Anselmo Pereira viaja para o exterior com parlamentares, o deputado federal Giuseppi Vecci continua com reuniões políticas em bairros da capital e também no diretório do partido. Nos bastidores há a expectativa o deputado chegue forte e seja aclamado no próximo dia 21, se Anselmo não desistir antes como prevêem alguns tucanos.

Para o presidente do PSDB Goiânia, Rafael Lousa, depende dos próprios pré-candidatos o consenso para que as prévias não sejam realizadas. Segundo ele, o evento continua confirmado: “nós tentamos que todos chegassem a um ponto comum antes das inscrições para esse momento pré-eleitoral, como não ocorreu, agora depende dos dois conversarem e entrar em um entendimento. Por enquanto, as prévias do PSDB Goiânia continua confirmada para o dia 21”.

Continua após a publicidade

O debate dos dois pré-candidatos também continua confirmado para a segunda-feira (15). Rafael Lousa acredita que a disputa interna não prejudicará o partido durante a campanha já que essa seria “uma situação normal para um partido grande com várias pessoas que querem ajudar a cidade”.

Ele também espera que outros pré-candidatos que deixaram a disputa antes mesmo das inscrições para as prévias, como o deputado federal Fábio Sousa, apóiem o nome escolhido para as eleições. “Vai de cada um querer apoiar ou não, é uma escolha. Mas acredito que todos vão ajudar o partido e o projeto para Goiânia”. Para Lousa, PSDB tem todas as possibilidades de chegar forte e unido para a campanha eleitoral de 2015.

Desistência

Após declarar na última quarta-feira (10) que não seria mais concorrente a disputa interna do PSDB, Waldir Soares só entregou a sua renúncia ontem (12) por volta das 15h00. Ao falar com a reportagem, o presidente Rafael Lousa, tinha acabado de receber a notícia da desistência formal do deputado, mas ainda não tinha visto o teor da carta.

Na renúncia, Waldir elenca 22 motivos para ter desistido das prévias do partido, entre eles estão que o seu pedido para se candidatar a prefeitura de Goiânia ainda em 2014, ainda no segundo turno das eleições e as supostas regras infringidas pelo partido na realização das prévias.

Coincidência ou não, 22 é o número do Partido da República – PR, possível destino de Waldir após sair do PSDB.

Apesar de várias declarações aos meios de comunicação, deputado ainda não comunicou oficialmente sua desfiliação. Como mostrado pelo O Hoje na edição de quinta-feira (11), o deputado federal espera o resultado de uma conversa com o senador Aécio Neves (PSDB-MG), para decidir sobre sua desfiliação e novo partido.  

Veja Também