União, estado e prefeitura de Goiânia contra o Aedes

A partir de hoje, cerca de 2,5 mil homens estarão envolvidos na guerra contra o mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya

Postado em: 13-02-2016 às 00h00
Por: Redação
A partir de hoje, cerca de 2,5 mil homens estarão envolvidos na guerra contra o mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya

Um exército formado por cerca de 2.470 homens estará mobilizado, a partir de hoje, na guerra contra o mosquito Aedes aegypti, em Goiás. A abertura do Dia Nacional de Mobilização que acontece na Praça da Matriz, em Campinas, com a presença do ministro do Desenvolvimento Agrário, Patrus Ananias, do secretário estadual de Saúde, Leonardo Vilela, do prefeito de Goiânia, Paulo Garcia (PT), além do general de Brigada Mauro Sinott, do Comando de Operações Especiais do Exército.

São 400 militares do Exército, 400 agentes de endemias da Secretaria Municipal de Saúde, 1,6 mil trabalhadores da Companhia de Urbanização (Comurg) e 70 carteiros que foram disponibilizados pelos Correios.

Todas as secretarias municipais da Prefeitura de Goiânia estarão envolvidas na ação, assim como o Corpo de Bombeiros, a Secretaria Estadual de Saúde, secretarias de saúde de outros municípios e entidades empresariais, igrejas, entidades sindicais e representantes da sociedade civil organizada. “O objetivo é sensibilizar cada morador de Goiânia para a necessidade de fazer sua parte de eliminar criadouros do mosquito”, explica Fernando Machado, secretário de Saúde de Goiânia.

Continua após a publicidade

Já no primeiro dia da ação, a meta é visitar oito mil imóveis apenas no Setor Campinas, mas durante a semana outros bairros serão vistoriados. Na segunda-feira, 15, o batalhão estará distribuído pela Vila Canãa, Vila Betel e Setor Sol Nascente; na terça-feira, 16, no Setor Universitário; na quarta-feira, 17, será a vez da Vila Bandeirantes, do Parque Industrial e do Setor Osvaldo Rosa receberem as equipes; e na quinta-feira, 18, do Setor Sul. O Exército participará deste trabalho com os agentes de saúde durante todo este período, de 15 a 18 de fevereiro. 

Veja Também