Coluna Xadrez: Thiago Peixoto terá valorização natural para 2018

Postado em: 28-02-2016 às 10h06
Por: Redação

Rubens Salomão

Thiago Peixoto terá valorização natural para 2018

Apesar de
ter negado planejamento político eleitoral ao assumir a secretaria de
Desenvolvimento Econômico (SED), o deputado federal licenciado Thiago Peixoto
(PSD), é visto por palaciano como o principal nome da base para a sucessão de
Marconi Perillo (PSDB) em 2018. Thiago afirmou que José Eliton segue como
“candidato natural”, mas os desafios à frente da Secretaria de Segurança
Pública podem enterrar os planos do vice-governador. “A motivação da mudança
administrativa não foi política ou partidária, mas quando se exerce bem um
cargo no governo, isso sempre tem um resultado eleitoral e o Thiago é um dos
melhores quadros que temos no partido”, analisa o presidente do PSD, secretário
Vilmar Rocha. A primeira missão de Peixoto na SED será fazer a fusão entre os dois
principais programas conceituais do governo: Inova Goiás e Goiás Mais
Competitivo. A intenção com a intensificação do diálogo entre os programas é
abrir interlocução com o setor produtivo para construir projetos de longo
prazo.

Conexão

Thiago
elogia a fusão da Indústria e Comércio, Agricultura e Ciência e Tecnologia, realiza
na última reforma administrativa no governo estadual, quando foram criadas as
super secretarias.

Avanço

“A visão de
desenvolvimento foi unificada em Goiás. Esses três vetores trabalhando juntos é
que vão ter total condição de trazer o desenvolvimento e o progresso”, afirma o
titular da SED.

Vecci é “competitivo”

Afastado de
qualquer projeto político pessoal, mas coordenando a formação de candidaturas a
vereador em Goiânia, o presidente da Agetop, Jayme Rincón, vê com otimismo a
escolha do deputado federal Giuseppe Vecci como pré-candidato do partido à
prefeitura. “Eu disse durante 2015 que o PSDB chegaria neste ano com candidato
competitivo, com condições de disputar e vencer as eleições. O deputado
Giuseppe Vecci tem todas as condições de vencer”, avalia. Jayme afirma que
também trabalha, a partir da definição do nome do partido para o pleito, na
formação de aliança forte, com atração dos outros partidos da base governista
para estruturar o nome de Vecci desde o primeiro turno. O governado Marconi
Perillo negou ontem, durante evento do partido em Goiânia, com a presença do
senador e presidente nacional da sigla, Aécio Neves, que a escolha em Goiânia
tenha sido indicação dele ou da direção do partido. “Acho que nós demos uma
lição de democracia em Goiás ao convocar as prévias. Ninguém tirou ninguém do
bolso do colete”, disse.

União

Depois da
saída, nada amistosa, das prévias e do próprio PSDB (desfiliação ocorre na
próxima semana), o delegado Waldir Soares teve conversa com o governador.
Marconi diz que a retirada era prevista e garante: “estaremos juntos no segundo
turno”.

Marconi
também já adiantou pessoalmente a possibilidade de apoio no segundo turno em
Goiânia com o pré-candidato do PSB, Vanderlan Cardoso.

Bateu, levou

O PSDB em
Goiás já entrou com representação junto ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE)
pedindo a retirada do ar de duas pílulas do PMDB que criticam diretamente a
gestão estadual.

Debate certo

O
presidente da Câmara Municipal, Anselmo Pereira (PSDB), que confirma manutenção
de relação administrativa próxima a Paulo Garcia (PT), garante que a Casa
discutirá neste ano projeto sobre a expansão urbana da Capital.

Proposta

“Vamos
debater inclusive opções para a política habitacional da prefeitura, desde que
seja uma readequação da macrozona. Não pode ser expansão especulativa. Isso a
Câmara não vai aceitar”, alega Anselmo.

‘Lamaçal’

Ao lado de
Aécio Neves, Marconi Perillo reforçou tom de oposição ao governo federal
petista já adotado sobre a segurança pública. “A vinda do Aécio é um átimo de
esperança nesse lamaçal de corrupção e dificuldades enfrentadas pelo Brasil”,
afirmou.

Novo asfalto

A
Prefeitura de Goiânia espera que o empréstimo de US$ 100 milhões para reconstrução
asfáltica de mais de 100 bairros da capital, seja liberado neste semestre, de
acordo com cronograma do Banco de Desenvolvimento da América Latina.

Xô homofobia!

A
Secretaria Cidadã finaliza hoje a 3ª Conferência Estadual LGBTT, com o tema ‘Por
um Brasil que criminalize a violência contra lésbicas, gays, bissexuais,
travestis e transexuais’. 

Compartilhe: