Sexta-feira, 03 de fevereiro de 2023

Dilma não está acima da lei por votação, afirma Jovair

Deputado disse que o governo petista mascarou as finanças do país, colocando a economia em xeque

Postado em: 19-04-2016 às 06h00
Por: Sheyla Sousa
Deputado disse que o governo petista mascarou as finanças do país, colocando a economia em xeque

Sara Queiroz

“Ela teve 54 milhões de votos, mas isso não dá a ela o direito de ser acima da lei. A lei é pra todos”. Foi assim que o deputado federal Jovair Arantes (PTB), relator do processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff (PT), justificou seu relatório e seu voto na Câmara dos Deputados. O petebista, que teve destaque nacional após apontar em seu parecer a existência de crimes de responsabilidade, concedeu entrevista coletiva para jornalistas em seu escritório político, em Goiânia, um dia após o processo de impedimento da petista conseguir aprovação na Câmara. Ele justificou os pontos de seu relatório, em que apontou os crimes de responsabilidade da presidente e agradeceu os votos favoráveis ao relatório dos deputados federais, principalmente dos goianos.

Continua após a publicidade

Mais tranquilo do que estava no final de março, logo após iniciar os trabalhos como relator da Comissão de impeachment, quando também concedeu entrevista, Jovair Arantes afirmou que o resultado da votação na Câmara foi “absolutamente satisfatório para a população brasileira”. Ele considerou que a parte mais difícil do trabalho foi relatar um processo centrado nos princípios da legalidade, da técnica legislativa e sob o rito imposto pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

Jovair argumentou que Dilma cometeu crime de responsabilidade após fazer decretos legislativos sem obedecer à aprovação de orçamento do Congresso, além de pegar dinheiro de bancos oficiais da União para reparar dificuldades financeiras. De acordo com o deputado, se essas acusações não fossem o suficiente para acusar a presidente, “então deveríamos esperar acabar com todo Brasil”.

O petebista, que era aliado do Palácio do Planalto até o início do ano, acredita que Dilma está sendo penalizada porque “a Constituição Federal prevê que ninguém está acima da lei”, e teceu várias críticas aos petistas que, segundo ele, tentam desmoralizar o processo relatado. “Não existe golpe, existe crime. Ela cometeu o crime, e eles têm o direito de espernear, pois chegaram com seus companheiros e se apossaram de formaq muito trágica do governo brasileiro”. Ele completou: “ela usou o governo para fazer propaganda enganosa, em 2014, mascarar as finanças brasileiras, colocando o país e a economia em xeque”.

Questionado sobre a reação negativa do mercado após a votação do último domingo, com o dólar subindo e a Bolsa de Valores em queda, no Brasil, Jovair sustentou que a economia está “em frangalhos”. Para ele, o governo petista acabou com a capacidade produtiva do Brasil em sua totalidade, e que o setor econômico ainda vai demorar a reagir. 

Temer

Ao falar sobre um eventual governo Temer, o deputado disse que os brasileiros devem acreditar em mudança. “Não se deve pensar que ninguém serve”.  

Veja Também