Marconi entra na campanha de Vanderlan

Tucano deixa a neutralidade e assume posição em prol do socialista

Postado em: 06-09-2016 às 06h00
Por: Redação
Tucano deixa a neutralidade e assume posição em prol do socialista

Mardem Costa Jr.

Após um período em que se manteve equidistante do processo eleitoral, o governador de Goiás Marconi Perillo (PSDB) começará a participar ainda essa semana de algumas atividades da campanha de Vanderlan Cardoso (PSB) à Prefeitura de Goiânia.  O partido de Marconi – o PSDB – ocupa a vice na chapa do ex-prefeito de Senador Canedo.  O ato, que será público, servirá para estimular a militância e reforçar o engajamento dos partidos da base aliada que estão ligados ao socialista.
Nos bastidores há um receio de pessoas do staff de Vanderlan quanto à rejeição de Perillo. Elas temem que o desgaste do tucano possa prejudicar Cardoso. A gestão do ocupante do Palácio das Esmeraldas é reprovada por 40,1% dos ouvidos, enquanto é avaliada positivamente por 21,3%. 
A presença do governador é considerada crucial, especialmente no momento em que o postulante do PSB ultrapassou Delegado Waldir (PR) no levantamento feito pelo Instituto Serpes, divulgado ontem no jornal O Popular.  O candidato já declarou que o tucano entrará na campanha eletrônica – rádio e TV – no final da campanha.
Perguntado por O HOJE como avaliava o desempenho do Cardoso na pesquisa do Serpes, o tucano foi otimista. “Vanderlan está muito bem, já na segunda colocação”. O socialista anota 17% das intenções de voto, ante 16% do candidato republicano. Marconi falou sobre o assunto no lançamento do programa ‘Pacto Goiás Pela Vida”, que reuniu lideranças empresariais, políticas, policiais e do Judiciário goiano, na Academia da Polícia Militar. 

Queda nas pesquisas
A queda de Delegado Waldir (PR) nas pesquisas não é vista com preocupação pela deputada federal Magda Mofatto (PR). “A campanha dele é diferenciada. Ninguém esperava sua eleição para deputado federal em 2014, pois sequer aparecia nas pesquisas de intenção de voto entre os mais cotados. “Ao mesmo tempo que ele diz que faz campanha solitária, a mesma é consistente, exatamente por buscar votos pessoalmente, sem grande estrutura”, diz.
Mofatto ressaltou que o diferencial do republicano é justamente fugir ao modelo tradicional das campanhas, a partir da nova legislação eleitoral. “Esse modelo é inédito, pois ao contrário da sistemática anterior, o candidato está mais próximo do eleitor e a campanha do Delegado Waldir se destaca justamente pela proximidade dele com a população.” A deputada, em sinergia com Waldir, acredita que a abertura das urnas no próximo dia 2 de outubro poderá surpreender.

Veja Também