Feriado nacional será recheado de manifestações contra Temer

A reivindicação é a saída de Temer da presidência e a convocação de novas eleições

Postado em: 06-09-2016 às 18h45
Por: Toni Nascimento
A reivindicação é a saída de Temer da presidência e a convocação de novas eleições


Da Redação
O feriado de 7 de setembro, que vai acontecer nesta quarta-feira, vai ser recheado de protestos por todo o Brasil. O foco das manifestações é a posição contrária ao governo de Michel Temer, considerado ilegítimo e golpista pelos manifestantes. Acontecerão protestos em no mínimo 18 capitais brasileiras segundo o site UOL.
 
A reivindicação é a saída de Temer da presidência e a convocação de novas eleições. Eles ainda destacam oposição à agenda econômica do novo governo. No Facebook, 3,8 mil pessoas confirmaram presença na manifestação até as 13h30 desta terça-feira, só no protesto de Brasília.
 
"O povo brasileiro sofre cada vez mais com a crise. Só em agosto mais de 100 mil pessoas ficaram desempregadas. O salário já não dá mais para as compras do mês. E se Temer continuar realizando suas medidas, isso só tende a piorar. Não podemos esperar nada de bom de um governo que não foi escolhido pelo povo", diz o texto do evento no Facebook.

Em cada capital, existem pequenas divergências de horário de um protesto para o outro.
 
 
 

Veja Também