“Quero imprimir na cidade a urbanização e a revitalização”, diz Gustavo Mendanha

O peemedebista afirmou que um dos seus principais objetivos será a urbanização e revitalização da cidade

Postado em: 13-10-2016 às 08h00
Por: Renato
O peemedebista afirmou que um dos seus principais objetivos será a urbanização e revitalização da cidade

Venceslau Pimentel e João Barbosa

Com a fala tranquila e o discurso de agradecimento a população de Aparecida de Goiânia, o prefeito eleito do município, Gustavo Mendanha (PMDB), afirmou que um dos seus principais objetivos será a urbanização e revitalização da cidade, criando um ambiente mais bonito e acessível para os cidadãos. Em entrevista ao jornal O Hoje, o peemedebista falou sobre seu auxílio a Iris Rezende (PMDB), melhorias na segurança pública e saúde, projetos para mobilidade e sobre a independência de Aparecida.

Como está o processo de transição com o prefeito Maguito Vilela?
Na verdade estamos focados na eleição de Goiânia para ajudar o candidato Iris Rezende, e só ao final da eleição iremos iniciar o processo de transição. Mas primeiro quero agradecer a população, sair em carreatas nos locais onde estive pedindo voto para agradecer a população pela ajuda.

Continua após a publicidade

Aqui em Goiânia as pesquisas mostram que Iris Rezende (PMDB) está empatado com Vanderlan Cardoso (PSB). Como está a expectativa?
Eu acredito que, apesar de o Iris ainda estar na frente, independente de quem vença as eleições, a diferença entre ambos será muito pequena. Acredito que Iris precisa focar em buscar novas propostas e talvez mudar um pouco o planejamento para que de fato possa vencer as eleições.

Quais serão suas primeiras providências quando assumir?
Bem, eu tenho duas prioridades que farei um esforço muito grande para melhorar. A primeira é reduzir a criminalidade da cidade, embora não seja minha responsabilidade como prefeito, mas executarei ações para que isso seja feito. Iremos melhorar o funcionamento de videomonitoramento, que irá contribuir muito para a segurança. Vamos usar a tecnologia para trabalhar em favor do combate ao crime, e combateremos com inteligência. Também iremos ampliar convênios que já existem com a Polícia Militar e Civil, buscar mecanismos de fortalecimento para ampliar ainda mais a Guarda Civil Municipal, porque as pessoas estão realmente muito assustadas com as condições em que vivem hoje. Vemos muitos casos de homicídios, não só em Aparecida, mas também em Goiânia, principalmente em relação ao tráfico de drogas. O outro ponto diz  respeito a área da saúde, que apesar de o atual prefeito ter feito grandes ações nessa área, nós temos que dar o próximo passo, e iremos contratar novos profissionais, comprar equipamentos de última geração, e contratar profissionais para as unidades que ainda estão sendo concluídas. 

Nesse caso, já existe o corpo de funcionários habilitados para trabalhar?
Na verdade iremos utilizar o fluxo de alguns hospitais e levar para lá, além de contratar novos funcionários e comprar novos equipamentos, que é uma necessidade. E o Governo Federal está liberando parte do recurso para colocar em funcionamento as UTIs e CTIs, e a prefeitura irá disponibilizar a outra parte. 

Outro problema é a questão da água. Como você pretende tratar essa questão?
Olha, nós temos de fato que fazer uma política de recuperação. Felizmente a pavimentação asfáltica trouxe para a cidade maior qualidade de vida, segurança, saúde, mas o fluxo de água que corre, principalmente nesse período chuvoso que começa agora, tem causado uma série de danos ao meio-ambiente, e temos que pensar meios de recuperar aquilo que já foi danificado e com certeza pensar formas para que possamos trabalhar a médio e longo prazo.

O prefeito Maguito Vilela vai sair da gestão com um grande índice de aprovação, como você está recebendo a responsabilidade de ter a cidade entre pelas mãos dele?
Por um lado, eu estou pegando uma cidade que tem os seus problemas, mas que melhorou muito nos últimos oito anos. Por outro lado, para conseguir superar esse trabalho, será exigido de mim muito trabalho e criatividade. Mas estou muito tranquilo, porque tenho uma equipe técnica muito bem preparada, temos um canal aberto com o Governo Federal e que tem uma relação muito boa com a cidade e foi muito importante na transformação da cidade nesses últimos anos. Enfim, o foco é na criatividade e eleger novas prioridades. E temos que lembrar que o país passa por uma crise, embora nós tenhamos crescido nos últimos anos devido aos investimentos que foram feitos, e pelo número de indústrias que se instalaram na cidade. Vamos trabalhar também nos eixos estruturantes que o atual prefeito já iniciou, e também pensar nos micro problemas que a cidade enfrenta. Como cresci na cidade, tenho muita consciência do que a população precisa.

E como será a relação com o governo estadual?
Após o resultado da eleição no dia dois, o governador Marconi Perillo ligou me parabenizando e se colocando a disposição, eu o agradeci e disse que preciso muito do Governo Estadual. Acredito que precisa de mais engajamento do Estado na cidade de Aparecida de Goiânia, e farei um esforço para que o governo possa agir mais na cidade em problemas que são de responsabilidade do governo estadual, como o saneamento básico, ações na saúde, investimento em grandes shoppings, verticalização da cidade.

Olhando mais a frente, qual o nome você acha mais apropriado para o governo estadual? Maguito Vilela ou Daniel Vilela?
Essa é uma pergunta difícil. Eu devo muito ao prefeito Maguito Vilela, desde o processo eleitoral. Não tenho dúvidas de que a presença dele no meu palanque foi importante para minha vitória, mas também devo muito ao Daniel pela indicação do meu nome para a prefeitura, e acredito que ele será o nome indicado pelo meu partido para disputar o governo. Mas qualquer um dos dois que for escolhido estarei junto, e o Estado de Goiás estará bem servido.

Qual seria a participação de Iris Rezende em 2018?
Será uma participação importante, porque Iris é a maior reserva do nosso partido, e possui uma das maiores histórias políticas do Estado, e possui uma experiência que pode contribuir com o partido, e acredito que ele trabalhará para que o PMDB possa voltar ao governo em 2018.

Você acredita que na sua gestão será possível ampliar o sistema interbairros do transporte coletivo?
Sim, inclusive este é um projeto que está no meu Plano de Governo. O prefeito Maguito fez um trabalho em que propiciou a criação de cinco eixos estruturantes, basicamente fazendo a ligação entre Goiânia e Aparecida, que é o eixo Norte-Sul, e a iluminação será o próximo passo.  O novo projeto será a respeito do eixo Leste-Oeste e as ligações interbairros que serão nos mesmos moldes, contando com pista dupla e ciclovias, e iremos licitar também novas linhas de ônibus entre os bairros da cidade. Nós temos que entender a necessidade de existir um transporte dentro de Aparecida, porque a cidade não depende mais de Goiânia como antes.

Você já tem uma ideia de qual o marco pretende deixar em Aparecida de Goiânia?
O que eu quero imprimir na cidade é a urbanização, a revitalização, o embelezamento da cidade. Maguito foi um prefeito da infraestrutura, mas quero trazer para o município um ar mais bonito, criando acessos ao lazer para crianças, jovens e idosos, universalizar o acesso a internet em locais públicos, informatizar a prefeitura. Eu sei o quanto Aparecida precisa disso. Hoje a cidade deixou de ser Aparecida de Goiânia e agora é Aparecida própria, e eu quero dar essa identidade ao município.

Veja Também