Marconi diz que não vai entrar em jogo político

Governador reafirma que vai propor parcerias administrativas com todos os prefeitos eleitos, sejam de que partidos forem

Postado em: 15-10-2016 às 06h00
Por: Sheyla Sousa
Governador reafirma que vai propor parcerias administrativas com todos os prefeitos eleitos, sejam de que partidos forem

O governador Marconi Perillo (PSDB) disse ontem, em Buenos Aires, na Argentina, que não vai entrar em jogo político de campanha eleitoral. "Estou concentrado na administração do governo de Goiás, cuidando para que ele funcione bem. Esse é o meu dever", disse.
Ele, que se reuniu com o prefeito eleito de São Paulo, João Doria (PSDB),  voltou a ressaltar que sua participação no processo eleitoral tem sido restrita, porque sua função é governar o Estado e não entrar em disputas eleitorais.
Marconi explicou que não interfere nas disputas, em razão de que os partidos que fazem parte da base aliada ficaram diluídas em vários municípios. “Quem ganha eleição é o candidato e ele deve se preparar para o enfrentamento, sabendo das questões administrativas que terá de resolver”, disse Marconi, para em seguida observar que o seu governo vai propor parcerias com todos os prefeitos eleitos, sejam de que partidos forem.
Para ele, o mais importante é o trabalho do governo em parceria com os prefeitos eleitos. "Sempre recebemos todos os prefeitos que nos procuram, independente da questão partidária. É isso que deve ser feito. A parceria administrativa que é fundamental para o crescimento de Goiás." 
Segundo ele, as questões políticas de cada município não são um assunto para ser tratado pelo governador: "Esse é um assunto para ser tratado pelos candidatos e representantes dos partidos".
Marconi tem dito que nos próximos quase dois anos e meio de governo, sua prioridade será concluir o ajuste fiscal, definir o equilíbrio das contas e terminar as obras. "Estou também em busca de recursos para começar novas obras. Toda semana vou a Brasília. Vamos entregar todas as obras que começamos. A situação do Brasil ainda não está fácil. Goiás conseguiu vencer as dificuldades financeiras dos últimos dois anos, graças ao trabalho de toda a equipe do meu governo".
Goiás foi um dos primeiros estados do país a sair da crise, foi o que mais gerou empregos neste ano e conseguiu atrair novos investimentos. "Além desses dados positivos que obtivemos, conseguimos manter e ampliar os programas sociais. Tudo isso resultado de muito trabalho”.

Veja Também