“Precisamos valorizar a educação”, declara Iris

Em entrevista à PUC TV, o candidato defendeu a valorização dos profissionais da Educação em entrevista concedida na tarde de ontem (17)

Postado em: 18-10-2016 às 08h00
Por: Renato
Em entrevista à PUC TV, o candidato defendeu a valorização dos profissionais da Educação em entrevista concedida na tarde de ontem (17)

Da redação

O candidato à prefeitura de Goiânia pela Coligação Experiência e Confiança, Iris Rezende (PMDB), defendeu a valorização dos profissionais da Educação em entrevista concedida na tarde de ontem (17). Na PUC TV, ele alertou que a solução para os problemas sociais passa pela boa educação. “E para proporcionar um ensino de qualidade precisamos de educadores competentes, realizados e envolvidos com o trabalho”, destacou, durante conversa.

O projeto do peemedebista, caso seja eleito, é contratar novos professores e valorizar toda a categoria com salários dignos e com o cumprimento dos direitos dos servidores públicos municipais. “Esses trabalhadores poderão contar comigo como aliado, como alguém que vai lutar e buscar sempre o desenvolvimento desta área, que é essencial para nossa sociedade. Tenho convicção de que este é o caminho certo para um futuro melhor”, explicou.

Continua após a publicidade

Iris destacou sua proposta de zerar o déficit de vagas nos Centros Municipais de Educação Infantil (Cmeis) e de criar 20 escolas de tempo integral no ensino fundamental. “Não estou apresentando nenhum projeto que não possa ser cumprido. Como administrador, já mostrei que sei fazer e que fiz tudo isso pela educação. Em meu último mandato construí 52 Cmeis e as primeiras 20 escolas de tempo integral. Agora, farei novamente e ainda melhor”, afiançou.

Para viabilizar financeiramente seu plano de governo, o peemedebista mostrou que a receita é simples: “Basta ter pulso firme, tomar atitude e fazer as coisas acontecerem dentro da prefeitura. Foi assim que peguei diversas vezes administrações endividadas e deixei com dinheiro em caixa, como quando saí da prefeitura em 2010 e deixei R$ 170 milhões depois de herdar uma dívida de R$ 262 milhões”, comparou.

Ao finalizar a entrevista, o candidato reconheceu a confiança dos goianienses em seu projeto ao longo de toda sua trajetória política e enalteceu o carinho que sente pela capital. “Hoje, em retribuição, quero conquistar mais uma vitória para fazer a mais bela administração da minha vida. Ficarei os quatro anos na prefeitura trabalhando dia e noite para que nosso município volte a ser motivo de orgulho para o cidadão.”

Veja Também