Iris Rezende: “Goiânia voltará a ser uma cidade limpa”

O candidato afirmou que, se eleito, tomará imediatamente providências sobre a limpeza urbana

Postado em: 21-10-2016 às 06h00
Por: Redação
O candidato afirmou que, se eleito, tomará imediatamente providências sobre a limpeza urbana

O candidato à Prefeitura de Goiânia pela Coligação Experiência e Confiança, Iris Rezende (PMDB), fez caminhada na tarde desta quarta-feira (19) na Avenida das Laranjeiras com a Alameda Contorno, no Jardim Luz. Durante o percurso, o peemedebista foi cumprimentado por dezenas de pessoas, tirou fotos e recebeu apoios de moradores e comerciantes da região. Na oportunidade, o candidato afirmou que, se eleito, tomará imediatamente providências sobre a limpeza urbana. “Goiânia precisa voltar a ser uma cidade limpa. Isso é o básico e o fundamental. Goiânia está suja e com uma aparência ruim. Vamos resolver esse problema”, garantiu Rezende.

O prefeitável demonstrou preocupação também em relação à falta de eficiência da saúde no município. “A primeira coisa que uma pessoa espera quando fica doente é ser atendida de maneira digna. Na minha gestão, os Cais vão funcionar 24 horas e os goianienses serão bem atendidos”, afirmou.

Durante a caminhada, o peemedebista recebeu o carinho da população. O funcionário do comércio de uma pamonharia, Welington Morais, 28 anos, se disse impressionado com a simplicidade do candidato. “Minha família toda sempre votou nele, na minha casa ele é muito admirado”, afirmou.

Continua após a publicidade

O cabeleireiro Valdir Carneiro se declara fã de Iris e tem até uma foto com o prefeitável em seu negócio. “Sou admirador do Iris, ele é o melhor político da história do estado, sempre votei nele e dessa vez não será diferente”, afirmou.

Mobilidade

Em sabatina realizada por periódico local, Iris Rezende defendeu um plano de mobilidade urbana. “Goiânia é uma cidade que tem crescido muito e precisamos acompanhar este crescimento com ações planejadas em todas as áreas, especialmente na mobilidade. Nosso objetivo é estruturar a cidade para que comporte todas as formas de transporte – da bicicleta ao ônibus – respeitando sempre o espaço do pedestre e levando também em consideração a necessidade de circulação nas regiões comerciais”, explicou.

Para conciliar os interesses dos comerciantes com as intervenções que beneficiam o transporte coletivo, Iris destacou o papel do diálogo. 
“Quando o gestor tem credibilidade junto à população, ele não encontra dificuldades para discutir seus projetos com todos os segmentos visando sempre a qualidade de vida da maioria. Precisamos pensar longe e saber como apresentar as adaptações necessárias para as grandes cidades”, frisou.

Dentro do plano de mobilidade urbana, Iris prevê a renovação e ampliação da frota de ônibus, conclusão da Avenida Leste-Oeste e a construção de pontes e viadutos que facilitem o transporte entre os bairros. “O gestor tem que tomar atitude, tem que romper os contratos com empresas que não cumprirem com o serviço, tem que abrir novas linhas e por aí vai. O transporte coletivo tem que funcionar e funcionar bem”, defendeu. 

Veja Também