A uma semana das eleições, Íris e Vanderlan protagonizam debate ponderado

Segurança, fornecimento de água e escolas de tempo integral foram algumas das pautas discutidas pelos candidatos

Postado em: 24-10-2016 às 12h00
Por: Redação
Segurança, fornecimento de água e escolas de tempo integral foram algumas das pautas discutidas pelos candidatos

Da redação

Sete dias antes de disputarem o segundo turno para o cargo de prefeito de Goiânia, os candidatos Íris Rezende (PMDB) e Vanderlan Cardoso (PSB) protagonizaram mais um debate na TV Record.

Ao contrário do clima de disputa acirrada que tomou conta das propagandas eleitorais veiculadas nos rádios e  TVs nos dias anteriores, o ex-prefeito e o empresário se alfinetaram, mas debateram de maneira ponderada.

Continua após a publicidade

No primeiro bloco, Vanderlan questionou Iris sobre o Uber, o pemedebista deu sinal de que poderá dificultar a atuação do serviço. "Não serei precipitado e nem injusto, mas vou observar a legalidade", disse.

Em seguida, Iris questionou Vanderlan sobre os polos de desenvolvimento, que pontuou a necessidade de investimentos e criticou o pemedebista. Iris então lembrou a ‘vocação’ da capital como polo atrativo de serviços, com destaque para os polos industriais.

Vanderlan rebateu com críticas à política do terceiro setor. “Se a politica de serviços desse certo, não teríamos perdido empregos para outras cidades", defendeu.

No final da primeira rodada de perguntas, os candidatos foram questionados sobre as limitações orçamentárias. Vanderlan propôs buscar parcerias e incrementar a receita para lidar com as adversidades e salientou a necessidade de gestão e planejamento. Iris, por sua vez, afirmou que possui facilidades para tomar decisões.

Segurança Pública

No segundo bloco, o tema central foi a segurança e os candidatos elevaram ligeiramente o tom da discussão. Iris questionou Vanderlan sobre a insegurança e lembrou que Goiânia foi considerada a 29ª cidade mais violenta do mundo.

O empresário ressaltou a necessidade de reforçar a Guarda Metropolitana, por meio de parcerias com as Polícias Militar, Civil e Poder Judiciário, além de investir em segurança preventiva.

O ex-prefeito rebateu pontuando o imediatismo de buscar soluções, com reforço efetivo e disse que exigirá apoio dos governos estadual e federal.
Novamente com a palavra, Vanderlan criticou Iris e prometeu liderar ações e parcerias para atenuar o problema da segurança.

Saneamento

Os candidatos também foram questionados sobre a questão da água e a preservação da Região Norte, considerada o "berço das águas".
 
Iris iniciou lembrando de obras antigas realizadas por ele no Rio Meia Ponte e afirmou que pretende retomar a concessão das águas.Já Vanderlan, citou o poder da Amma de coibir irregularidades e que proporá um polo tecnológico na região para colaborar com a melhoria da bacia hidrográfica. O candidato também ressaltou a necessidade de aprimoramento do serviço da Estação de Tratamento de Esgoto.
 
Educação

Na última rodada do debate, Iris questionou Vanderlan sobre as escolas de tempo integral. Vanderlan provocou afirmando que o projeto das escolas de tempo integral é do ex-governador Leonel Brizola, adaptado à realidade da capital, e lembrou que pretende realizar ações.

Iris rebateu a provocação, afirmando que "o candidato não conhece a cidade". Ele prometeu construir mais escolas e ressaltou que construiu 22 em seu mandato.

Vanderlan ironizou Iris e disse que o pemedebista não cumpriu promessas, como a do transporte e de transformar todas as escolas municipais em tempo integral.

Veja Também