Estação de captação e tratamento de água em Senador Canedo passa a funcionar com energia elétrica

Postado em: 14-05-2021 às 16h29
Captação do Ribeirão Sozinha é a principal do município e antes eram utilizados geradores a Diesel, mudança trará economia de mais de R$ 2,4 milhões | Foto: Divulgação

Foi realizada nesta sexta-feira (14/05), a entrega das obras de energização da Estação de Tratamento de Água do Ribeirão Sozinha. Essa ação da Sanesc, autarquia que comanda o saneamento básico da cidade, visa colocar em funcionamento melhorias que transformarão o cenário da produção de água tratada em Senador Canedo, proporcionando qualidade de vida e desenvolvimento para a cidade.

De acordo com o prefeito da cidade, Fernando Pellozo (PSD), a energização da ETA Sozinha atua imediatamente no trabalho de captação de água bruta, e também no sistema tratamento da água. Os dois processos, que são alimentados atualmente por geradores a diesel, consomem diariamente em torno de 2.400 litros de combustível, com um custo aproximado de 3,5 milhões de reais anuais.

Segundo presidente da Sanesc, Cainã Teodoro, a nova estação elétrica passará a operar com o triplo da capacidade anterior, não dependendo mais dos geradores a combustível fóssil. “Encontramos o município com muitas dificuldades, a falta de diesel na transição, dividas com a Enel da gestão anterior que estamos conseguindo renegociar”, reforça.

Com a mudança na forma de alimentação energética, parte destes geradores serão desativados, promovendo uma economia de 2,4 milhões de reais aos cofres públicos todo ano. Os recursos economizados vão ser destinados à execução de novas obras de infraestrutura e tecnologia em todo o sistema de abastecimento hídrico da Cidade.

Parceria e desenvolvimento

O trabalho de energização e demais obras da Estação de Tratamento de Água são realizados em parceria com empresas da iniciativa privada, do setor imobiliário, por meio de Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), intermediado pelo Ministério Público. “A energização da ETA Sozinha resulta em um retorno instantâneo e um grande impacto positivo para toda a cidade”, explica o presidente da Sanesc, Cainã Teodoro.

Com a energização será possível a ampliação do sistema, com o funcionamento da Estação de Tratamento de Água Sozinha, que tem capacidade de tratamento de até 1000 m³/hora. “A expectativa que em 45 dias conseguimos colocar em plena operação a ETA Sozinha, que quase dobrará a produção de água tratada no munícipio”, destaca Cainã.

Por: Pedro Jordan
Compartilhe: