Flávio Bolsonaro promete ir à Justiça para obter dados de investigação da Receita

Postado em: 10-06-2021 às 16h03
Investigação gerou relatório de movimentações financeiras que resultou na apuração das "rachadinhas". | Foto: Reprodução

Uma nota assinada pelos advogados do senador Flávio Bolsonaro (Patriotas) informou nesta quinta-feira (10/06) que o parlamentar pretende entrar com uma ação na Justiça para exigir os dados rastreados pela Receita Federal de investigações envolvendo a família Bolsonaro e pessoas próximas.

O pedido deve ser feito após relatos em reportagens publicadas. A defesa de Flávio requisitou a pesquisa, que teve o custo de R$490,5 mil à Receita, pagos ao Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro), órgão responsável pelas informações dos sistemas da Receita. A informação foi obtida pela Folha de S. Paulo por meio da Lei de Acesso à Informação.

Na nota, os advogados Luciana Pires, Rodrigo Roca e Juliana Bierrenbach afirmam que foram “surpreendidos” pela reportagem, que conteria apenas “insinuações”. “Cabe esclarecer que o pedido feito pela defesa se restringiu ao senador Flávio Bolsonaro e sua esposa, Fernanda, e que tal demanda foi negada formalmente pela Receita Federal. Diante da revelação do fato de que a pesquisa requerida foi realizada e somente após seu resultado foi indeferido o pedido a seu acesso, a defesa pedirá, na Justiça, acesso aos dados obtidos, que podem provar o uso indevido da máquina pública para tentar incriminar o senador Flávio Bolsonaro”, escreveram.

De acordo com o jornal Folha de S. Paulo, a pesquisa abrangeu 22 sistemas de dados da Receita entre janeiro de 2015 e setembro de 2020. A solicitação da defesa pretendia compreender como o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) obteve dados fiscais do senador. A partir dessa investigação, o órgão relatou movimentações financeiras que resultou na apuração das “rachadinhas”.

Por: Alice Orth
Compartilhe: