Youtuber goiano diz que ‘motociata’ de Bolsonaro reuniu mais pessoas que habitantes em Goiânia

Postado em: 13-06-2021 às 15h49
Por: Carlos Nathan Sampaio
Gustavo Gayer, que foi candidato a prefeito na capital em 2020 e que recebeu, de acordo com O Globo, R$ 40 mil com fake news, fez o vídeo enquanto passeia pelo sul do Brasil | Imagem: reprodução

O youtuber e ex-candidato à prefeito de Goiânia, Gustavo Gayer (DC), publicou um vídeo, neste domingo (13/06), enquanto passeava por Gramado, no sul do Brasil, afirmando que o encontro de motociclistas realizado pelo presidente do país, Jair Bolsonaro (sem partido), reuniu mais de 1,3 milhão de pessoas neste sábado (12/06), em São Paulo. Segundo Gayer, “havia mais motos [no evento] que habitantes em Goiânia”.

Vale lembrar, porém, que segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Goiânia possuía 1,3 milhão de habitantes em 2010, mas que a estimativa, em 2020, dizia que a capital já tem cerca de 1,5 milhão. Além disso, segundo divulgado pelo governo de São Paulo, foram mobilizados 6,3 mil policiais, 2,1 mil viaturas, 5 aeronaves e dez drones para acompanhar a manifestação, que não teve contagem oficial de participantes divulgada. Além disso, o governo de São Paulo também afirmou ter gasto R$ 1,2 milhão com a operação de segurança da ‘motociata’.

Fake News

Gustavo gayer também foi destaque em uma reportagem do jornal O Globo, deste sábado (12), que revelou que a empresa Google entregou à CPI da Covid uma lista com canais no YouTube – a maioria de apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) – que ganharam milhares de dólares disseminando notícias falsas sobre a pandemia antes que seus vídeos fossem apagados.

Segundo os documentos do Google e O Globo, consta Gayer recebeu quase US$ 8 mil (mais precisamente US$ 7.951,07), ou R$ 40,7 mil em valores atuais, com os vídeos removidos por espalhar desinformação. Ainda na lista, o goiano só perde para o jornalista Alexandre Garcia.

Ainda no vídeo, o youtuber criticou a imprensa e se defendeu das reportagens sobre ter ganhado dinheiro sobre fake news, a que ele atribui de “vídeos deletados”, e diz: “eu acho que é inveja, por que eles trabalham, estudaram jornalismo por 5 anos [o curso, na verdade, é de 4 anos], e não ganham um décimo do que ganhamos dizendo a verdade”.

Nas últimas eleições, Gustavo Gayer obteve 45,928 votos, 8% do total dos votos válidos, ficando em 4º lugar. Além disso, o youtuber é conhecido pelo grande engajamento nas redes sociais de extrema-direita. 

Compartilhe: