Bolsonaro diz não haver corrupção em seu governo: ‘se algo estiver errado, apuraremos’

Postado em: 24-06-2021 às 17h17
Ele se referiu às acusações feitas a ele como "mentiras que buscam desgastar o governo". | Foto: Reprodução

O presidente Jair Bolsonaro voltou a dizer nesta quarta-feira (23/06) que não há casos de corrupção em seu governo. Ele se referiu às acusações feitas a ele como “mentiras que buscam desgastar o governo”. A afirmação vem após a demissão do ministro Ricardo Salles, investigado no Supremo Tribunal Federal (STF), e acusações sobre irregularidades na compra da vacina indiana Covaxin durante a Comissão de Inquérito Parlamentar (CPI) da Covid.

O ex-ministro do Meio Ambiente é alvo de investigação em dois casos no STF por suspeita de facilitar a exportação de madeira ilegal da Amazônia. Além da preocupação com Salles, o servidor Luís Ricardo Miranda, do Ministério da Saúde, prestou depoimento à CPI na última sexta-feira (18), relatando ter recebido uma pressão “atípica” para que agilizasse a liberação da Covaxin para a empresa Precisa Medicamentos, e pedidos de que fizesse a “exceção da exceção” junto à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para a liberação.

“Para tristeza de alguns poucos, o governo está completando dois anos e meio sem uma acusação sequer de corrupção. Não adianta inventar vacina, porque não recebemos uma dose sequer dessa que entrou na ordem do dia da imprensa ontem”, disse Bolsonaro, durante visita a Jucurutu (RN), na noite de ontem.

Caso algo “estiver errado”, ele diz que “temos um compromisso, se algo tiver errado, apuraremos. Mas graças a Deus, até o momento, graças às qualidades dos nossos ministros, não temos um só ato de corrupção em dois anos e meio. Quem podia esperar isso daí?”.

Por: Alice Orth
Compartilhe: