Em live, Bolsonaro volta a alegar fraude mas diz não ter provas

Postado em: 30-07-2021 às 11h03
Por: Victoria Lacerda
Na transmissão, Bolsonaro também mencionou os protestos pelo voto impresso convocados pelos seus apoiadores para o próximo domingo (1º) | Foto: Reprodução

Em transmissão ao vivo na última quinta-feira (29/07), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), exibiu o que chamou de “indícios” que o sistema eleitoral brasileiro seria fraudulento. O conteúdo apresentado, no entanto, foi rebatido simultaneamente pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) nas redes sociais.

Durante a live, o atual presidente errou sobre apurações de votos em 2014 e 2018, ele insistiu na existência de um padrão, mostrando um vídeo no qual um suposto programador mostrava como fraudar uma urna que ele próprio programou, inserindo padrões de registro no código-fonte a cada intervalo determinado de votos.

O TSE por meio de suas redes sociais, também rebateu a ‘fake news’ dita pelo presidente, afirmando que somente o Brasil, Bangladesh e Butão realizam eleições apenas em urnas eletrônicas, sem a impressão posterior do voto.

Compartilhe: