De saída do MDB, Mendanha provoca Daniel Vilela e Ronaldo Caiado

Como sinalizado, o prefeito de Aparecida de Goiânia, Gustavo Mendanha, pediu a desfiliação do MDB, na noite dessa terça-feira (28/09). A decisão

Postado em: 29-09-2021 às 09h33
Por: Nielton Soares
“Se o governador não honrar com a promessa de ceder a vaga de vice ao Daniel Vilela, saiba que eu estarei aqui na mesma posição”, escreveu o prefeito de Aparecida | Foto: reprodução

Como sinalizado, o prefeito de Aparecida de Goiânia, Gustavo Mendanha, pediu a desfiliação do MDB, na noite dessa terça-feira (28/09). A decisão foi transmitida por meio de uma live no perfil pessoal do Instagram do político.

De praxe, Gustavo escreveu uma carta comunicando a saída do partido. Em um trecho, ele agradeceu e fez provocações aos emedebistas, a Daniel Vilela e ao próprio governador Ronaldo Caiado (DEM). O prefeito já conta com vários convites para filiações, incluindo do Podemos.

“Muito obrigado MDB e todos os emedebistas e até logo mais, quiçá em uma grande aliança pelo bem de Goiás, porque se o governador não honrar com a promessa de ceder a vaga de vice ao Daniel Vilela, saiba que eu estarei aqui na mesma posição, na resistência ao coronelismo e autoritarismo construindo um programa de governança moderno, inovador e de inclusão social que resgata o orgulho de ser goiano”, finaliza.

Continua após a publicidade

Aliança

Gustavo Mendanha foi um dos emedebistas que ficou insatisfeito com a aliança do MDM com o governador Ronaldo Caiado (DEM). Ele já vinha se manifestando que deixaria a legenda, se a união realmente se concretizasse. Fato que ocorreu na última sexta-feira (24/09), quando uma cerimônia selou o nome de Daniel Vilela como vice na reeleição de Caiado.

Veja Também