Campanha ‘Fora Bolsonaro’ organiza novas manifestações contra o presidente; veja onde

Para este sábado (02), já foram confirmados 167 atos, em 160 cidades de 14 países; em Goiânia, concentração terá início às 8h, na Praça do Trabalhador

Postado em: 29-09-2021 às 17h55
Por: Giovana Andrade
Para este sábado (02), já foram confirmados 167 atos, em 160 cidades de 14 países; em Goiânia, concentração terá início às 8h, na Praça do Trabalhador. | Foto: Reprodução

A campanha Fora Bolsonaro organiza, para o próximo sábado (02/10), mais um ato pelo impeachment do presidente Jair Bolsonaro (Sem partido). Desde o início do ano, o movimento construído pela Frente Povo sem Medo e Frente Brasil Popular, com o apoio de centrais sindicais e outros setores de oposição ao governo, incluindo partidos políticos, já realizou ao menos 6 grandes mobilizações com bandeira “Fora Bolsonaro”.

Em Goiás, a capital goiana e mais três cidades cidades devem participar da mobilização nacional deste sábado (02): Anápolis, com concentração marcada para as 9h na Praça 31 de Julho (praça da antiga Câmara Municipal); Catalão, no mesmo horário, na Praça Getúlio Vargas; Formosa, na Praça Rui Barbosa, a partir das 16h. Em Goiânia, a concentração para o ato está marcada para as 8h, na Praça do Trabalhador.

As mobilizações desta semana constituem a primeira resposta da oposição depois das manifestações de 7 de Setembro, convocadas pelo presidente Jair Bolsonaro, e pelo movimento contra o governo do dia 12 de Setembro, convocado pelo MBL (Movimento Brasil Livre) com adesão de partidos de centro e de políticos que pretendem representar a chamada “3ª via”.

Continua após a publicidade

De acordo com levantamento publicado no perfil oficial da Campanha Fora Bolsonaro nesta terça-feira (28/09), já foram confirmados 167 atos, que serão realizados em 160 cidades, de 14 países diferentes. A expectativa dos organizadores é que esse seja o maior dia de manifestações já registradas contra Bolsonaro. 

Centrais Sindicais e mais de 80 entidades representadas pelas Frentes Brasil Popular, Povo Sem Medo, Frente Nacional Fora Bolsonaro e partidos políticos convocam a população para os atos. Para garantir uma adesão mais ampla, partidos políticos de esquerda e de centro têm se articulado, apesar das diferenças. 

Veja Também