Deputado é condenado por chamar advogados de ‘gado’ bolsonarista e afirma que era só opinião

Postado em: 21-12-2021 às 19h26
Por: Redação
O parlamentar, que ainda pode recorrer da decisão, terá de pagar R$ 60 mil por danos morais | Foto: reprodução

A Justiça de São Paulo condenou o deputado estadual Arthur do Val (Patriota/SP), o Mamãe Falei, a indenizar dois advogados que foram chamados de “gado” bolsonarista em vídeo gravado pelo parlamentar durante uma manifestação em apoio ao presidente Jair Bolsonaro (PL). O deputado, que ainda pode recorrer da decisão, terá de pagar R$ 60 mil por danos morais (R$ 40 mil para um deles e R$ 20 mil para o segundo). A informação é do colunista Rogério Gentile do portal UOL.

O vídeo que Arthur estava gravando era de um ato realizado na avenida Paulista, em São Paulo, no dia 1º de Maio deste ano. Nele, o deputado questiona os advogados a respeito do senador Flávio Bolsonaro (PL/RJ), vinculando-o a temas como foro privilegiado e funcionários fantasmas.

Acontece que, de acordo com a Justiça, a imagem dos advogados havia sido manipulada pelo Mamãe Falei na edição do vídeo “com o evidente propósito de ridicularizá-los”. Porém, na defesa apresentada à Justiça, Arthur do Val afirmou que o vídeo aborda sua opinião pessoal sobre condutadas da família Bolsonaro e que não há qualquer acusação aos autores do processo e que no vídeo não houve alteração do sentido das palavras dos entrevistados

Além da indenização, o deputado também foi condenado a publicar uma retratação em suas redes sociais de ao menos 58 segundos, bem como divulgar a íntegra da entrevista que fez com os advogados.

Compartilhe: