Ministério de Damares não utilizou 50% do recurso disponível para pasta

É o terceiro ano consecutivo que a pasta não investe todo o dinheiro para favorecer os grupos minoritários

Postado em: 21-02-2022 às 09h17
Por: Stéfany Fonseca
É o terceiro ano consecutivo que a pasta não investe todo o dinheiro para favorecer os grupos minoritários | Foto: Reprodução

Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos só gastou 43,8% do montante destinado as ações do Ministério. É o terceiro ano consecutivo que a pasta não investe todo o dinheiro para favorecer os grupos minoritários.

Ao todo, somente R$ 211,4 milhões foram executados, dos R$ 482,7 milhões inicialmente previsto.

Em janeiro, a ministra Damares usou as redes sociais ao lado do presidente Jair Bolsonaro (PL) para comemorar o trabalho a frete da pasta. Na publicação ela diz: “em 2021, o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (Ministra Damares) investiu cerca de R$ 60 milhões em políticas públicas para a população feminina. O valor representa 98% de execução do orçamento previsto para o período”.

Continua após a publicidade

Dados do Ministério apontam que para a Casa da Mulher Brasileira, local de acolhimento e apoio a vítimas de violência doméstica, o ministério não realizou nenhum pagamento.

A maior parte do dinheiro foi destinado para o pagamento de servidores. Outras áreas, entretanto, tiveram atenção reduzida, o exemplo são as ações de enfrentamento à violência contra pessoas LGBT.

Veja Também