Atriz pornô consegue na justiça o direito de se filiar ao PT de MT

Postado em: 26-05-2022 às 08h34
Por: Francisco Costa
Tribunal Regional Eleitoral deu prazo de três dias para a filiação (Foto: Reprodução)

Depois de ter o pedido suspenso, a atriz pornô Ester Tigresa (Ester Caroline Henrique Bonometo Pessatto) conseguiu na justiça o direito de se filiar ao PT de Mato Grosso. O Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MT) deu prazo de três dias, na quarta (25), para o partido fazer a filiação. A informação é do G1 do estado.

Segundo a atriz, a filiação foi barrada pela diretoria da legenda. Ela, então, entrou com ação e pediu ao Diretório Municipal do PT de Barão de Melgaço para submetê-la a lista de filiados pelo sistema da Justiça Eleitoral.

De acordo com a defesa da atriz, Ester sofreu discriminação, pois não teve direito de defesa quando ocorreu a suspensão da filiação. Além disso, não houve qualquer notificação de infração a agremiação.

De acordo com a defesa da atriz, Ester sofreu discrimação, pois não teve direito de defesa quando ocorreu a suspensão da filiação. Além disso, não houve qualquer notificação de infração a agremiação.

Assim, o advogado alegou que, em 18 de abril, o partido “votou” e decidiu pela suspensão. O PT, além de não homologar a filiação, não respondia as demandas de Tigresa.

O juiz da 38° Zona Eleitoral de Santo Antônio do Leverger (MT), Alexandre Paulichi Chiovitti, entendeu que faltou observância aos direitos de defesa de Ester e deferiu o pedido da atriz. Conforme a decisão liminar, o partido deverá fazer o cadastro dela com data retroativa: 2 de abril deste ano.

Compartilhe: