Com voto sim dos 3 goianos, Senado aprova PEC dos auxílios

O Senado aprovou na quinta-feira (30) a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) para autorizar o governo federal a criar e ampliar

Postado em: 01-07-2022 às 08h35
Por: Francisco Costa

O Senado aprovou na quinta-feira (30) a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) para autorizar o governo federal a criar e ampliar programas sociais em ano eleitoral, dentre elas o acréscimo de R$ 200 emergenciais ao Auxílio Brasil, que a passar a ser de R$ 600. O texto teve o voto favorável dos três senadores goianos: Jorge Kajuru (Podemos), Vanderlan Cardoso (PSD) e Luiz do Carmo (PSC)

O texto, conhecido como PEC dos auxílios, passou no Senado em segunda votação por 67 a 1 e agora vai para a Câmara dos Deputados. A previsão é de apreciação já na próxima semana. O custo estimado para todos os benefícios é de R$ 41,25 bilhões. Somente o senador José Serra (PSDB) foi contra a proposta.

Vale citar, as eleições ocorrem em 4 meses, em 2 de outubro. Os benefícios valem até o final do ano.

Continua após a publicidade

Além do Auxílio Brasil, a medida também prevê elevação do vale-gás para R$ 120; voucher de R$ 1 mil para caminhoneiros autônomos; auxílio a taxistas; e mais.

Veja Também