Em Goiás, Bolsonaro supera Lula em mais de 25% das intenções de voto

Presidente, que brigará pela reeleição, soma 53% do eleitorado, enquanto petista reúne 25,3% das intenções de voto

Postado em: 29-07-2022 às 07h46
Por: Felipe Cardoso
As respostas para “outros” candidatos somaram 1,4% do total | Foto: Relatório Pesquisa Eleitoral

Na edição da última quinta-feira (28/7), O HOJE divulgou a primeira etapa da mais nova rodada de pesquisas do Instituto de Opinião e Mercado, FoxMappin, sobre as eleições que se aproximam. Nela, o público foi consultado acerca da disputa pelo governo de Goiás e Senado. Agora, foi a vez dos eleitores opinarem sobre a disputa a nível nacional, ou seja, quanto a corrida pela presidência. 

Ao serem indagados, na estimulada, ou seja, quando os nomes dos pré-candidatos são apresentados, 53% dos eleitores goianos declararam voto ao atual presidente da República, Jair Bolsonaro (PL). Ele é seguido do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O petista registrou 25,3% das intenções. Na esteira, aparece Simone Tebet (MDB) com 4,2%. A emedebista é seguida por Ciro Gomes (PDT) com 2,4%, Pablo Marçal (PROS) com 1,1%, e Leonardo Péricles (UP) com 0,2%. 

As respostas para “outros” candidatos somaram 1,4% do total. 6,8% não souberam opinar e outros 3,6% disseram que não votariam em nenhum dos nomes apresentados pelos pesquisadores. 

Continua após a publicidade

Em um cenário hipotético de segundo turno entre o presidente Jair Bolsonaro e ex-presidente Lula, Bolsonaro levaria a melhor. 56,5% dos entrevistados disseram que escolheria o atual gestor. Outros 29% apontaram Lula como a melhor opção. 5,6% disseram que não votaria em nenhum deles, enquanto 4,5% não souberam opinar. A menor fatia (4,1%) afirmou que votaria branco ou nulo neste cenário. 

Numa disputa entre o presidente e o pré-candidato do PDT, Ciro Gomes, Jair Bolsonaro fica com a maior parte das intenções de voto. São 56% para Bolsonaro contra 22,5% do pedetista. 10,2% não escolheram nenhum deles e 5,1% preferiram não opinar. Outros 6% disseram que votariam branco ou nulo.

Em um enfrentamento entre o presidente e a pré-candidata emedebista, Simone Tebet, Bolsonaro também levaria a melhor com um percentual bem parecido. São 55,9% das intenções para o candidato à reeleição enquanto Tebet reúne 20,4% do eleitorado. 11,9% não votariam em nenhum dos dois e 5,9% preferiu não responder. 5,7% votaria branco ou nulo. 

Entre Lula e Ciro Gomes o cenário é o seguinte: Lula lidera com 25,7% enquanto Ciro vem na cola com 23,1%. Aqueles que não escolheriam nenhum dos candidatos formam maioria (33,5%). 6,6% não souberam responder, enquanto 10,9% disseram que votariam branco ou nulo. 

Entre Lula e Tebet, o petista amplia a folga. 27,3% acompanhariam o ex-presidente. 21% iriam com a emedebista. A maior fatia (33,8%) declararam que não votaria em nenhum dos candidatos. 7,3% dos entrevistados não souberam responder quando questionados. 10,4% disseram que votaria branco ou nulo diante deste cenário. 

Foto: Relatório Pesquisa Eleitoral

Governo

Os indicadores, divulgados na última edição do O HOJE, mostraram, na estimulada, que o governador Ronaldo Caiado (UB) segue na dianteira com 34,1% das intenções de voto. O destaque ficou, porém, com o segundo e terceiro colocado que apresentaram um avanço significativo em relação à última aferição. São eles: Gustavo Mendanha (Patriota), com 23%, e Vitor Hugo (PL) com 14,3%.

Na sequência, ou seja, em quarto lugar, aparece o ex-governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), com 8,8% das intenções de voto. Depois, com 4,8%, está Cintia Dias (Psol). 2,93% apontaram Wolmir Amado (PT) como favorito, e, por fim, 0,20% depositaram a confiança em Edigar Diniz (Novo). Do total, 9,07% dos entrevistados não souberam responder ou preferiram não opinar. 2,24% disseram que vão votar branco ou nulo. 

Senado

Os pesquisadores também aferiram a percepção dos goianos quando o assunto é a única cadeira reservada ao estado no Senado. O maior destaque para esta rodada da pesquisa ficou com o presidente da Assembleia Legislativa de Goiás, Lissauer Vieira (PSD), que alcançou 22% das intenções de votos. Foi o maior resultado registrado. Ele é seguido por Delegado Waldir (UB) que alcançou 10,9% das intenções.

Para além de Lissauer, outro que despontou em relação ao último levantamento publicado foi o pré-candidato pelo PL, Wilder Morais. Nesta rodada, Wilder praticamente colou em Waldir e alcançou 10,8% do eleitorado. Em quarto lugar aparece o nome do médico Dr. Zacharias Calil (UB), com 8%. Ele é seguido de João Campos (Republicanos), com 6%, e Manu Jacob (Psol) que alcançou 5,2% das intenções. Na esteira vem Luiz do Carmo (PSC) com 3,3% [vale lembrar que Carmo retirou o nome da disputa durante a tabulação dos números]. Empatados estão Denise Carvalho (PCdoB) e Alexandre Baldy (PP), ambos com 2,7% do eleitorado. 

Pesquisa 

A pesquisa do Instituto FoxMappin foi realizada entre os dias 18 e 22 de julho. Para aferição dos resultados foram entrevistadas 1.025 pessoas residentes em Goiás e maiores de 16 anos. O levantamento foi realizado por meio de entrevistas pessoais, telefônicas e com formulários digitais enviados a grupos segmentados. Ao todo, 110 muncípios goianos foram consultados. A taxa de confiança dos números é de 95%. A margem de erro é de 3% para mais ou menos. 

A maior fatia dos entrevistados pelo FoxMappin possui de 40 a 59 anos (44,2%). Na sequência aparecem os eleitores com idade entre 25 e 39 anos (36,4%). De 16 a 24 anos foram 11,3% dos entrevistados. Com mais de 60, 7,9%. Quanto à escolaridade, a maior fatia (41,7%) possui ensino superior completo. 24,3% possuem ensino médio completo e outros 13,8% declararam superior incompleto quando questionados. Médio incompleto soma 7,1% dos entrevistados. Na sequência aparecem fundamental completo (6%) e fundamental incompleto (4,9%). Declarados analfabetos foram 0,4% e 1,3% disseram ler e escrever. A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitora (TRE-GO) sob n° GO-01212/2022.

Veja Também