Prefeitos de Davinópolis e Palmelo se filiam ao PSC a convite de Glaustin da Fokus

O partido, que há 6 anos não teve nenhum prefeito eleito em Goiás, ganhou força nos últimos anos, chegando a conquistar sete prefeituras no pleito de 2020.

Postado em: 01-08-2022 às 16h59
Por: Ícaro Gonçalves
O partido, que há 6 anos não teve nenhum prefeito eleito em Goiás, ganhou força nos últimos anos, chegando a conquistar sete prefeituras no pleito de 2020 | Foto: Divulgação

No último sábado (30/7), os prefeitos Diogo Rosa, de Davinópolis, e Renato Damásio, de Palmelo, assinaram suas fichas de filiação ao Partido Social Cristão (PSC). A filiação ocorreu a convite do deputado federal Glaustin da Fokus (PSC-GO), durante encontro em Aparecida de Goiânia com centenas de lideranças empresariais, políticas e religiosas.

O partido, que há 6 anos não teve nenhum prefeito eleito em Goiás, ganhou força nos últimos anos, chegando a conquistar sete prefeituras no pleito de 2020. Na ocasião, foram eleitos Adelicia Moura (Israelândia), Barbosinha (Paranaiguara), Solange Gouveia (Caldazinha), Solimar Cardoso (Marzagão), Talvani Couto (Palestina de Goiás), Uiltinho Santos (Terezópolis de Goiás) e Valter Aleixo (Mozarlândia).

“Posso dizer que, dois anos atrás, o PSC apenas entrou em projetos com a condição de participar efetivamente do desenvolvimento das cidades. Desde então, em cada um desses municípios, nos colocamos à disposição para ajudar a resolver as necessidades locais, seja com emendas parlamentares, seja pelo apoio na interlocução com ministérios”, disse Glaustin.

Continua após a publicidade

O governador de Goiás, Ronaldo Caiado (UB), enalteceu o crescimento do partido nas duas últimas eleições em seu discurso no encontro em Aparecida de Goiânia. “Esse homem [Eurípedes do Carmo] dá o norte a essa sigla que antigamente nem existia, sem nunca ter eleito um deputado federal antes do próprio Glaustin, e hoje é um dos partidos mais fortes da política goiana, pela liderança de pessoas como eles dois”, disse o governador.

Leia também: PSC teria usado verba pública para comprar imóveis de ex-dirigente

Veja Também