Baldy entra com pedido de impugnação da candidatura de Marconi

Candidato ao Senado acusa rival de tentar enganar TRE para ‘rifar’ suplência.

Postado em: 15-08-2022 às 15h32
Por: Luan Monteiro
Candidato ao Senado acusa rival de tentar enganar TRE para ‘rifar’ suplência. | Foto: Reprodução

O candidato ao Senado, Alexandre Baldy (PP), entrou com pedido de impugnação da candidatura de seu rival na corrida eleitoral Marconi Perillo (PSDB). O pedido foi registrado junto ao Tribunal Regional Eleitoral do Estado de Goiás (TRE-GO). Os advogados de Baldy alegam que duas situações estão irregulares no registro do segundo suplente de Marconi, o empresário Marcos Ermínio de Moraes. Segundo o pedido, a data da filiação declarada é diferente da verdadeira e o endereço em Goiânia do empresário também não é verdadeiro.

Sobre a data de filiação, a equipe de Baldy afirma que o suplente não possui filiação partidária mínima estabelecida por lei exigida aos partidos políticos, ou seja, seis meses antes do pleito. Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Ermínio teria se filiado ao PSDB em 17 de fevereiro deste ano. A ação, no entanto, contesta essa data. Segundo o documento, o empresário teria se filiado ao partido em 21 de maio durante encontro do PSDB, em Formosa de Goiás. 

A filiação de Ermínio foi vastamente noticiada pela imprensa goiana. No auto do processo, a equipe de Baldy anexou prints e links de notícias relacionadas à ocasião.

Continua após a publicidade

Outra evidência citada no processo seria uma publicação no site do PSDB sobre a filiação do empresário. “Fica provado assim que a data real da filiação do impugnado foi adulterada pela direção partidária para que este pudesse participar das eleições de 2022, o que demonstra o desprezo e desrespeito do impugnado e de seu partido pelas regras e normas do Direito Eleitoral e da democracia brasileira”, diz um trecho do processo.

Outro motivo que levou ao pedido de impugnação foi que Ermínio de Moraes requereu a transferência de seu domicílio eleitoral de São Paulo para Goiás em 11 de fevereiro de 2022, conforme consta no TSE. Mesmo que o empresário tenha atendido ao prazo legal para essa transferência do domicílio eleitoral para Goiás, o pedido afirma que Ermínio de Moraes não reside no Estado, não tem negócios em Goiás e tampouco possui vínculos que justifiquem a mudança de domicílio. 

A ação aponta, também, que o endereço registrado no TSE não é um endereço residencial, mas sim a sede do PSDB, em Goiânia. 

Resposta

Em resposta a Baldy, Marconi afirmou, por meio de sua assessoria, que o pedido de impugnação não tem embasamento e que Baldy está “lançando fake news”. A equipe de Perillo também encaminhou documentos que comprovam a filiação de Ermínio.

Leia a nota na íntegra:

O candidato Alexandre Baldy começou mal sua campanha, lançando mão de Fake News. Não enveredaremos por esse caminho. Defendemos uma campanha propositiva e de alto nível. Sempre pautamos nossas ações pela legalidade.

Ao contrário da ilação sem fundamento, que “embasou” a peça apresentada pelo candidato Baldy no TRE, a filiação do empresário Marcos Ermírio de Moraes foi feita em fevereiro, dentro do prazo legal.

Para encerrar definitivamente essa Fake News do candidato Baldy, encaminhamos os documentos relativos à filiação de Marcos Ermírio de Moraes.

Assessoria de Imprensa da Campanha de Marconi Perillo

Veja Também