Mendanha explica o que quis dizer com “cabe a Justiça mostrar” se urnas são confiáveis

Candidato ao governo disse que a fala foi distorcida por pessoas mal intencionadas

Postado em: 19-08-2022 às 07h56
Por: Francisco Costa
Depois da fala, político declarou que “questionamentos fazem parte do processo democrático, mas até aqui elas funcionaram bem | Foto: Reprodução/ Prefeitura de Aparecida

O ex-prefeito de Aparecida de Goiânia Gustavo Mendanha (Patriota) fez um remendo à fala que deu em sabatina. Em entrevista, ele afirmou que “cabe à Justiça mostrar se essas urnas são de fato confiáveis ou não”. Ele respondia a seguinte pergunta: “Sobre essa discussão sobre a urna eletrônica e possíveis fraudes. O que o senhor acha?”.

Pelas redes sociais, na quinta-feira (18), o candidato ao governo disse que a fala foi distorcida por pessoas mal intencionadas. “Cabe à Justiça Eleitoral, ao Ministério Público, aos partidos políticos e à sociedade como um todo participarem do processo eleitoral.”

E emendou: “Esses questionamentos fazem parte do processo democrático, mas até aqui elas funcionaram bem e expressaram a vontade da maioria da população brasileira. O mais importante é que possamos fazer eleições limpas e respeitar a vontade do povo, como determina a Constituição Federal.”

Continua após a publicidade

Vale citar, a resposta de Gustavo durante a entrevista realizada pelo jornal O Popular, foi relacionada ao fato do ex-prefeito de Aparecida de Goiânia sempre lembrar que foi reeleito, em 2020, com mais de 95% dos votos válidos. Mendanha também lembrou que, na última semana, declarou que “confia nelas”.

Durante a sabatina, contudo, ele afirmou que trata-se de “uma discussão que nós realmente devemos ter, para saber se de fato não há nenhum indício de haver qualquer tipo de situação que venha prejudicar as eleições”.

Mendanha foi vereador de Aparecida de Goiânia por dois mandatos (2013 a 2017) e também prefeito da cidade em duas ocasiões (2017 a 2022). Ele foi eleito pela urna eletrônica em todas as ocasiões. 

Bolsonaro

Gustavo Mendanha é apoiador do presidente Jair Bolsonaro (PL) – que declarou apoio ao major Vitor Hugo (PL) na disputa ao governo de Goiás. O mandatário do País tem tentado descredibilizar a Justiça Eleitoral, além de realizar ataques às urnas eletrônicas sistematicamente, sem jamais apresentar prova.

Em resposta aos constantes ataques, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes, durante posse na presidência do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), exaltou o fato da corte ser capaz de divulgar o resultado das eleições no mesmo dia em que os eleitores vão aos colégios eleitorais devido às urnas eletrônicas. “Somos a única democracia do mundo que apura e divulga os resultados eleitorais no mesmo dia, com agilidade, segurança, competência e transparência. Isso é motivo de orgulho nacional”, declarou.

Além disso, afirmou que o exercício da democracia garante a possibilidade periódica do eleitor escolher seus representantes. “Respeito às instituições é o único caminho de crescimento e fortalecimento da República, e a força da democracia como único regime político, onde todo poder emana do povo e deve ser exercido pelo bem do povo.”

E completou: “É tempo de união. É tempo de confiança no futuro e, principalmente, tempo de respeito, defesa, fortalecimento e consagração da democracia.” O ministro foi aplaudido de pé pelos presentes. Bolsonaro, que também prestigiava a posse, não se manifestou.

Veja Também