Mais um eleitor é assassinado após declarar voto em Lula, em bar no Ceará

A vítima, de 39 anos, respondeu que apoiava o candidato o candidato do PT e logo depois foi esfaqueada

Postado em: 27-09-2022 às 08h21
Por: Ícaro Gonçalves
A vítima, de 39 anos, respondeu que apoiava o candidato o candidato do PT e logo depois foi esfaqueada | Foto: Divulgação/PCCE

Um novo caso envolvendo homicídio por conta de política foi registrado no último sábado (24/9), dessa vez, contra um eleitor de Lula (PT) em um bar na cidade de Cascavel, no Ceará. Segundo informações, o caso ocorreu após um homem de 59 anos entrar em um bar e questionar quem ali votaria em Lula.

A vítima, de 39 anos, respondeu que apoiava o candidato e logo depois foi esfaqueada na costela. Ele chegou a ser socorrido, mas morreu enquanto recebia atendimento médico. As informações foram confirmadas pelo portal Uol.

A Polícia Civil do Estado investiga o crime. Em nota, a corporação informou que “está em diligências ininterruptas para localizar e prender” o homem. Ainda segundo a polícia, a vítima não tinha antecedentes criminais.

Continua após a publicidade

“Com base nas informações colhidas no local do crime, a motivação do crime estaria relacionada a discussão política. No dia, a vítima chegou a ser socorrida, mas morreu durante atendimento médico. As buscas pelo suspeito seguem”, diz a nota.

A presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, usou as redes sociais para lamentar a morte do eleitor de Lula no Ceará e outros dois crimes de violência política ocorridos no fim de semana, como o do deputado federal Paulo Guedes (PT-MG) que denunciou ter sido alvo de um atentado a tiros em Montes Claros. Para a deputada federal, “o fanatismo e o ódio” são “estimulados por um homem desumano e cruel”.

Leia também: Bolsonarista invade festa com temática do PT e mata aniversariante em Foz do Iguaçu (PR)

Veja Também