Quinta-feira, 26 de janeiro de 2023

Em meio as chuvas fortes, manifestantes bolsonaristas ficam alagados em frente ao QG do Exército em Brasília

Os manifestantes estão em frente ao Quartel desde 30 de outubro, quando foi declarada a derrota do presidente Jair Bolsonaro (PL)

Postado em: 16-11-2022 às 09h07
Por: Ícaro Gonçalves
Os manifestantes estão em frente ao Quartel desde 30 de outubro, quando foi declarada a derrota do presidente Jair Bolsonaro (PL) | Foto: Luiza Christine/Twitter

Diversas barracas de manifestantes bolsonaristas que se reuniam em Brasília na terça-feira (15/11) ficaram alagadas devido as fortes chuvas que atingiram a região. O ato ocorria em frente ao Quartel-General do Exército, em Brasília, e pedia intervenção do Exército no governo federal.

Pelas imagens compartilhadas nas redes sociais, é possível ver dezenas de manifestantes se dissipando em meio à região alagada, que fica no Setor Militar Urbano (SMU).

Os manifestantes estão em frente ao Quartel desde 30 de outubro, quando foi declarada a derrota do presidente Jair Bolsonaro (PL) na eleição contra Lula da Silva (PT). No fim de semana, o acampamento foi reforçado, com uma convocação nacional e caravanas de diversos estados chegando ao local.

Continua após a publicidade

Confira:

Em Brasília, Secretaria de Segurança Pública informou que o trânsito na Esplanada dos Ministérios será restrito durante todo o dia. A Praça dos Três Poderes permanecerá fechada.

“O fechamento se deu por razões preventivas de segurança, para evitar circulação de veículos e pessoas no mesmo local, pois com a possibilidade de atos públicos na região central de Brasília, como identificado pelos setores de inteligência das forças de segurança. Após o término do evento e dispersão do público, a reabertura da Esplanada será avaliada”, afirmou o órgão.

Leia também: Militares condenam restrições a direitos de manifestantes

Veja Também