Planalto anuncia ida de Bolsonaro a evento em quartel

O local escolhido para retomar as atividades públicas está cercado por manifestantes que não aceitam a vitória de Lula (PT) nas eleições

Postado em: 24-11-2022 às 17h59
Por: Cecília Epifânio
O local escolhido para retomar as atividades públicas está cercado por manifestantes que não aceitam a vitória de Lula (PT) nas eleições. | Foto: Sergio Lima/ AFP

Recluso desde que perdeu as eleições no dia 30 de outubro, o presidente Bolsonaro (PL) voltará a realizar aparições em atos públicos neste sábado (26) durante uma cerimônia na Academia Militar das Agulhas Negras (Aman) em Resende, no Rio de Janeiro.

O local escolhido para retomar as atividades públicas está cercado por manifestantes que não aceitam a vitória de Lula (PT) nas eleições. O presidente estará acompanhado por oficiais da Marinha, Aeronáutica e Exército. Na manhã desta quinta-feira (24), Bolsonaro recebeu o general Braga Netto (PL), que concorreu a vice na chapa do PL, e comandantes das Forças Armadas.

Após o encontro, o mandatário voltou a aparecer em seu local de trabalho, o Palácio do Planalto. Desde o dia 3 de novembro que o presidente não comparecia em seu gabinete.

Continua após a publicidade

Exílio presidenciável

Desde a noite das eleições (30/10), quando foi derrotado, Bolsonaro está recluso no Palácio da Alvorada. O presidente levou 45 horas para fazer um pronunciamento após a apuração dos resultados, e terceirizou a autorização do início da transição para o ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira (PP).

Veja Também