Sexta-feira, 27 de janeiro de 2023

Ministros do governo Lula devem ser anunciados em dezembro; veja os cotados

Anuncio deve ser feito por volta do dia 10 de dezembro

Postado em: 25-11-2022 às 18h13
Por: Cecília Epifânio
Anuncio deve ser feito por volta do dia 10 de dezembro | Foto: Marcelo Camargo/ Agência Brasil

Aliados ao presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT), e integrantes da equipe de transição, afirmaram que ele tem sinalizado uma data para anunciar os ministros de seu governo. O anúncio seria feito por volta do dia 10 de dezembro.

Apesar da pressão do mercado para saber sobre os integrante da equipe ecomômica, a presidente do PT, Gleisi Hoffmann, disse na quinta-feira (24/11) que é preciso respeitar o tempo do presidente eleito. Ela também afirmou que avaliar os nomes para os ministérios é uma responsabilidade muito grande.

A necessidade pela definição dos nomes vem em meio aos desafios de articulações políticas para conseguir avanços com a PEC da Transição, apresentada pelo novo governo no Congresso Nacional para abrir espaço no orçamento além do teto de gastos, e com o andamento dos trabalhos dos grupos técnicos da equipe de transição.

Continua após a publicidade

O grupo tem até 30 de novembro para apresentar o relatório preliminar dos temas com os diagnósticos do setor. O prazo final para a entrega será no dia 11 de dezembro.

Nos bastidores alguns nomes vem ganhando protagonismo, enquanto não é feito um anuncio oficial.

  • O ex-presidente do Banco Central, Pérsio Arida, é um dos cotados para chefiar o Ministério do Planejamento.
  • Para a pasta da Economia, Fernando Haddad é o nome mais forte até o momento.
  • Para o Ministério do Desenvolvimento Regional tem sido cotado por três partidos, além do próprio PT. São eles o MDB, PSD e o Solidariedade. O nome de Marília Arraes vem ganhando força para comandar a pasta.
  • O senador Carlos Fávaro (PSD), está entre os cotados para o Ministério da Agricultura.
  • Para a pasta da Justiça e Segurança Pública, que deve ser desmembrada, o senador eleito Flávio Dino (PSB) vem sendo cogitado para comandar um dos ministérios.

Com a nova gestão, a esplanada dos ministérios deve chegar a ter 34 pastas.

Veja Também