Sexta-feira, 27 de janeiro de 2023

Estatísticas e apoio podem ajudar reduzir evasão escolar em Goiânia

Desde o início da pandemia, o número de alunos da rede pública de ensino em todo o país explodiu. Em Goiânia, a

Postado em: 27-11-2022 às 12h37
Por: Raphael Bezerra
Caso a matéria seja sancionada, deverá ser implantado o Cadastro de Permanência de Aluno, com a finalidade de acompanhamento estatístico de alunos, divididos por DRE (Diretoria Regional de Educação) e por escola, para formulação de futuras políticas públicas relacionadas

Desde o início da pandemia, o número de alunos da rede pública de ensino em todo o país explodiu. Em Goiânia, a situação não foi diferente, apesar de diversas campanhas de redução do abandono dos estudos entre jovens e adolescentes. A Câmara Municipal de Goiânia aprovou o Projeto de Lei (PL 420/2021), de autoria do vereador Ronilson Reis (Brasil 35), que institui a Política Municipal de Prevenção ao Abandono e Evasão Escolar.

A matéria propõe diretrizes e ações para implementar a referida política pública, de forma integrada e sob coordenação do Poder Executivo.

Caso a matéria seja sancionada, deverá ser implantado o Cadastro de Permanência de Aluno, com a finalidade de acompanhamento estatístico de alunos, divididos por DRE (Diretoria Regional de Educação) e por escola, para formulação de futuras políticas públicas relacionadas.

Continua após a publicidade

Conheça as diretrizes:

– Desenvolver programas, ações e articulação entre órgãos públicos, sociedade civil e organizações sem fins lucrativos, que visem ao desenvolvimento de competências socioemocionais do aluno durante todo o ano letivo;

– Desenvolver programas, ações e articulação entre órgãos públicos e sociedade civil sem fins lucrativos, que visem ao desenvolvimento cognitivo do aluno durante todo o ano letivo;

– Incentivar a expansão do número de escolas que dispõem do modelo Programa em Tempo Integral, nos termos da Lei 16.271, de 17 de setembro de 2015, que institui o Plano Municipal de Educação;

– Aproximar a família do aluno de suas atividades escolares, de seus planos futuros e de seu ambiente estudantil;

– Promover atividades que aproximem os alunos e estreitar seus vínculos.

Veja Também