Recurso de Maluf é negado no STF

Por 6 votos a 5 a corte entendeu que o deputado não tem direito a mais um recurso

Postado em: 19-04-2018 às 18h10
Por: Lucas de Godoi
Por 6 votos a 5 a corte entendeu que o deputado não tem direito a mais um recurso

O Superior Tribunal Federal (STF) decidiu no fim da tarde desta quinta-feira (19) que o deputado federal Paulo Maluf (PP-SP) não pode recorrer em liberdade no processo que foi condenado, pelo crime de lavagem de dinheiro, a sete anos e nove meses de prisão.

Como ainda é deputado ele tem foro privilegiado, no qual, garante que seja julgado apenas pelo STF. A corte, por 6 votos a 5, entendeu que o acusado não tem direito a mais recurso. A defesa de Maluf defende o recurso por entender que a decisão não foi unânime.

Continua após a publicidade

Os ministros Luís Roberto Barroso, Edson Fachin, Cármen Lúcia, Luiz Fux, Celso de Mello e Cármen Lúcia votaram contra. Dias Toffoli, Ricardo Lewandowski, Alexandre de Moraes, Gilmar Mendes e Marco Aurélio entenderam que o deputado ainda tem direito a mais um recurso.

Paulo Maluf chegou a ser preso na Papuda, em Brasília, mas está internado no Hospital Sírio-Libanês em São Paulo. Ele faz tratamento contra um câncer de próstata que está no estágio evoluído, com metástase, que é uma migração por via sanguínea de células cancerígenas.

(Fonte: Agência Brasil) 

 

Veja Também