Audiência na Câmara vai discutir imóveis abandonados

Requisição de vereadores tem por objetivo repensar o uso de imóveis públicos e privados em situação de abandono na Capital

Postado em: 05-05-2018 às 06h00
Por: Sheyla Sousa
Requisição de vereadores tem por objetivo repensar o uso de imóveis públicos e privados em situação de abandono na Capital

Lucas de Godoi*

Continua após a publicidade

Uma audiência pública na Câmara de Vereadores de Goiânia vai discutir na próxima quarta-feira (9), o futuro dos prédios públicos e privados que estão abandonados na Capital. Estarão em pauta questões como o uso, conservação, segurança e destinação desses imóveis. A iniciativa é do vereador Anselmo Pereira (PSDB) e reflete os recentes incidentes envolvendo imóveis abandonados no país, como o desabamento de um prédio em São Paulo nesta semana. Em Goiânia, um imóvel abandonado pegou fogo na tarde desta quinta-feira, no setor Vila Nova.

Conforme informado pelo O Hoje na última quinta-feira, existem 473 imóveis abandonados na Capital, alguns inclusive com ocupação irregular. “O desabamento de um prédio em São Paulo, com várias mortes, nos obriga a pensar numa saída sobre os mais de 400 imóveis na capital que estão ociosos e que colocam em risco a segurança das pessoas”, destacou Anselmo.

O evento deverá contar com representantes das autoridades civis e militares do estado e do município, para inclusive pensar e discutir mudanças na legislação que disciplinam a construção, conservação e destinação desses imóveis. Segundo o tucano, é uma obrigação da Câmara buscar dar um novo sentido a esses imóveis subutilizados ou abandonados, que eventualmente transformam-se em locais para a prática de crimes e o consumo de drogas. “São verdadeiros mocós, uma vergonha para nossa cidade. Se não estão sendo utilizados que sejam então desapropriados e transformados em moradias populares”, acrescentou Anselmo.

Por sua vez, o vereador Carlin Café (PPS) apresentou na quinta-feira requerimento solicitando à secretaria de Planejamento e Habitação da Prefeitura de Goiânia informações sobre as providências tomadas no ano passado e neste ano em relação aos imóveis abandonados na capital. Na solicitação, o vereador sugere ainda que a Secretaria estabeleça diretrizes para fins de notificação dos donos desses  imóveis abandonados. “Inclusive que seja usada a Guarda Civil Metropolitana para impedir quer esses prédios sejam utilizados para fins ilícitos”, recomendou Café. (*Especial para O Hoje) 

Veja Também