Segunda-feira, 11 de dezembro de 2023

Caiado apazigua agro com anúncio de obras do Fundeinfra

Críticos se calam e, conformados com anúncio de obras, aguardam entrega

Postado em: 14-09-2023 às 08h30
Por: Yago Sales
Imagem Ilustrando a Notícia: Caiado apazigua agro com anúncio de obras do Fundeinfra
“Apanhei igual vaca na horta aqui para poder aprovar o Fundeinfra", diz Ronaldo Caiado | Foto: Hergon Corrêa

“Apanhei igual vaca na horta aqui para poder aprovar o Fundeinfra. Vocês sabem quantas obras continuariam em Goiás se eu não aprovasse  o Fundeinfra?”. A fala é do governador Ronaldo Caiado (União Brasil). Recentemente ele voltou a comentar a dificuldade que foi para conseguir convencer críticos à taxa do agro de que, para continuar investindo, principalmente em lugares estratégicos para o setor, teria de instituir a cobrança. 

A taxa criada pelo governador e estipulava cobrança de até 1,65% em cima da produção agropecuária no estado. Depois de uma labuta no Supremo Tribunal (STF), uma liminar foi derrubada pela Corta. Mas as críticas permaneceram. 

Mesmo assim, sob a ajuda do secretário de Infraestrutura, Pedro Sales, houve a criação de um plano para que a arrecadação oriunda da fundeifra fosse repassado para obras. Caiado lembra, contudo, que, sem a taxa seria impossível que houvesse tantas obras pelo estado. “Somente aquelas que custasse no máximo 229 milhões em todos os 246 municípios. Ia parar tudo. Não teríamos nada. Faríamos com que dinheiro? Se perdemos 5.5 bi, onde teríamos obras de infraestrutura?”, diz ele.

Continua após a publicidade

Caiado ainda lembra: “Enfrentei um enorme desgaste com os produtores, pessoas responsáveis pela produção e riqueza deste estado. Todos eles tiveram que fazer essa contribuição. Essa contribuição, é importante que eu diga, que eu tive a oportunidade de indicar uma única obra nesse estado, que foi a única cidade de Goiás que ainda não tem ligação por asfalto. Foi o único pedido que fiz. Todas as outras foram aprovadas pelo conselho constituído pelas empresas e associações que pagam o dinheiro ao governo”.

Em agosto, o governador anunciou a execução de 32 obras rodoviárias com investimento recorde de mais de R$ 2 bilhões do Fundo Estadual de Infraestrutura (Fundeinfra). A decisão foi tomada em reunião do Conselho Gestor do Fundeinfra, na sede da Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg).

O cronograma definido nesta última reunião contempla a pavimentação asfáltica de 28 trechos de rodovias, além da construção de três pontes e restauração de 38 quilômetros da GO-050, em Chapadão do Céu.

Desde que foi criado, o Fundeinfra já aprovou 44 obras que somam mais de R$ 3 bilhões e significam obras em mais de mil quilômetros de rodovias.“Quero pedir que avancem nos projetos e que sejam de qualidade, para podermos entregar maior trafegabilidade e proporcionar industrialização a cada uma das regiões”, ressaltou Caiado na ocasião. 

Nesta mesma reunião, o governador ressaltou que as aprovações de obras do Fundeinfra são democráticas e pensadas estrategicamente em benefício dos contribuintes. “As decisões são tomadas por todos que compõem a comissão, como prefeitos, deputados e membros de todas as entidades de classe que contribuem com essa taxa. É assim que se governa”.

O secretário da Infraestrutura e presidente do Conselho Gestor, Pedro Sales, explicou que a aprovação das 44 obras vai nortear o projeto de expansão das rodovias de Goiás. “É um dia muito importante, que lança a semente daquilo que vamos ver germinar por todo esse ciclo”, disse Sales.

Vice-presidente da Faeg, Ailton Vilela, pontuou que o conselho trabalha de forma harmônica. Busca obras estruturantes em todo o estado, com a responsabilidade de gerir da melhor forma o recurso do setor produtivo.

Entre as obras, destacam-se a pavimentação de 49 quilômetros da GO-050, entre Jataí e Montividiu, no valor de R$ 103 milhões; pavimentação de 86 quilômetros da GO-178, de Itarumã até o trevo com a BR-364, que receberá investimentos de R$ 173 milhões.

Também integram a lista a pavimentação de 61 quilômetros da GO-206- do entroncamento da GO-178 até a GO-184, em Itumirim – com destinação de R$ 137 milhões do Fundo; além da pavimentação de 71 quilômetros da GO-411, de Paraúna até o entroncamento com a GO-174.

Veja Também