Segunda-feira, 15 de julho de 2024

Bolsonarismo marca mais presença que petismo nas principais cidades goianas

Ex-presidente Bolsonaro tem nomes nos cinco maiores municípios de Goiás; Lula tem três

Postado em: 08-07-2024 às 10h25
Por: Francisco Costa
Imagem Ilustrando a Notícia: Bolsonarismo marca mais presença que petismo nas principais cidades goianas
FOTO: Fernando Frazão|ABR

Goiás é um dos Estados que deu vitória ao ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) em 2022. O ex-chefe do Executivo passa com frequência pelo ente federativo, enquanto o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) já cancelou sucessivas visitas ao território goiano, a última em 4 de julho. 

Esse cenário também reflete na corrida eleitoral pelas prefeituras do Estado. O bolsonarismo, por exemplo, marca presença – pelo PL – nos cinco municípios com os maiores Produto Interno Bruto (PIB) no Estado. Conforme dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em 2023, o quinteto de cidades é formado por: Goiânia (59,8 bilhões), Anápolis (R$ 17,7 bi), Aparecida de Goiânia (16,9 bi), Rio Verde (16,3 bi) e Catalão (R$ 9,9 bi).

O PT, por sua vez, deve estar em três. O Partido dos Trabalhadores se destaca em Goiânia, com a pré-candidata Adriana Accorsi, deputada federal; e em Anápolis, com o deputado estadual Antônio Gomide. Em ambos os casos, a legenda é considerada competitiva. 

Continua após a publicidade

Disputas em Goiânia e Anápolis

Adriana está em sua terceira disputa pelo Paço da capital. Em 2016 e 2020, ela terminou em quinto e terceiro lugar, respectivamente. Este ano, o momento é visto como mais favorável à petista, conforme analistas. 

Da mesma forma, Gomide é tido como favorito em Anápolis, onde foi prefeito por dois mandatos. Em 2020, contudo, ele terminou em segundo lugar, perdendo para o atual prefeito Roberto Naves (Republicanos). 

A legenda não deve ter nome em Rio Verde e em Aparecida de Goiânia. Já em Catalão, a pré-candidata é a professora Maria Moura. Pelo PL, neste município, o nome colocado é do produtor rural Renato Ribeiro dos Santos. É preciso citar, Elder Galdino, pré-candidato do Republicanos, tenta uma composição com o postulante ao Paço do ex-presidente Jair Bolsonaro. 

Outras Cidades e Candidatos em Destaque

Mas o PL ganha mais destaque nas outras quatro maiores cidades do Estado. Em Goiânia, o deputado federal Gustavo Gayer abriu mão da disputa para endossar o ex-deputado estadual Fred Rodrigues. O ex-parlamentar reforça que a pré-candidatura é pra valer, apesar do “assédio” da base caiadista, que quer uma composição com o postulante Sandro Mabel (União Brasil).

Em Aparecida de Goiânia, o nome do PL tem liderado as pesquisas. O deputado federal Professor Alcides já recebeu a visita do ex-presidente Jair Bolsonaro em duas ocasiões, desde o fim do ano passado. Ele terá pela frente o nome da base caiadista, o ex-deputado federal Leandro Vilela (MDB). Além disso, são possibilidades o vereador Willian Panda (PSB) e o advogado Waterloo Ferraz (Rede). 

Há, ainda, o ex-presidente da Assembleia Legislativa de Goiás (Alego), Lissauer Vieira pelo PL, em Rio Verde. Ele tem conseguido destaque na cidade, mas, apesar de não haver nome do PT no páreo, o ex-deputado terá um bom número de adversários pela frente, como o médico Wellington Soares Carrijo Filho (MDB) – apoiado pelo prefeito Paulo do Vale (União Brasil), Osvaldo Fonseca (Republicanos), Karlos Cabral (PSB) e Daniel Cunha da Câmara (Novo).

Por fim, no município de Anápolis, o suplente de deputado federal Márcio Corrêa é a aposta do PL para desbancar o favorito, Antônio Gomide. Ele terminou em terceiro no último pleito, quando presidia o MDB, mas abraçou o bolsonarismo para ser o nome da direita em Anápolis.

Veja Também