Segunda-feira, 15 de julho de 2024

Gustavo Gayer é condenado a pagar R$ 100 mil de indenização

O Ministério recorreu a sentença e aumentou o valor para R$ 100 mil de condenação.

Postado em: 11-07-2024 às 11h37
Por: Yasmin Farias
Imagem Ilustrando a Notícia: Gustavo Gayer é condenado a pagar R$ 100 mil de indenização
O Ministério recorreu a sentença e aumentou o valor para R$ 100 mil de condenação. Foto: Vinicius Loures/Câmara dos Deputados.

O valor que o deputado federal Gustavo Gayer deve pagar agora, por ter praticado assédio moral nas eleições de 2022, é de R$ 100 mil. A decisão foi do Tribunal Regional do Trabalho da 18ª Região (TRT 18), resultado de uma ação civil pública, ajuizada pelo Ministério Público do Trabalho em Goiás.

No final do ano passado, proibiram Gustavo de liderar reuniões dentro de empresas para aliciar ou induzir votos de trabalhadores para qualquer candidato, sob pena de R$ 10 mil por trabalhador prejudicado. Antes, a decisão era que o deputado pagasse R$ 80 mil de indenização por dano moral coletivo. Porém, o Ministério recorreu a sentença e aumentou o valor para R$ 100 mil de condenação.

“Pela primeira vez na história da Justiça do Trabalho, um cidadão que não possui qualquer relação de trabalho ou de emprego com o meio empresarial foi condenado por visitar uma empresa e fazer uma palestra sobre o cenário político”, disse o advogado de Gayer, Victor Hugo Pereira. Ele ainda informou que espera que o TST corrija este erro que TRT de Goiás está cometendo.

Veja Também