Entenda por que a Amazon planeja demitir 10 mil funcionários nos próximos dias

Segundo fontes, as demissões podem ocorrer na área de dispositivos que abriga a assistente de voz Alexa, e também na divisão de varejo

Postado em: 15-11-2022 às 09h33
Por: Ícaro Gonçalves
Segundo fontes, as demissões podem ocorrer na área de dispositivos que abriga a assistente de voz Alexa, e também na divisão de varejo | Foto: Reprodução

A empresa multinacional de tecnologia Amazon planeja demitir até 10 mil funcionários nos próximos dias. A informação foi divulgada na segunda-feira (14/11) pelo jornal norte-americano New York Times.

Segundo fontes, as demissões podem ocorrer principalmente na área de dispositivos da Amazon que abriga a assistente de voz Alexa, bem como na divisão de varejo e recursos humanos. O número total de demissões ainda não é certo e pode mudar, disse o jornal.

Questionada, a empresa ainda não respondeu sobre o assunto. O motivo por trás das demissões está relacionado a uma possível desaceleração econômica, de forma que a empresa se prepara para as quedas nos faturamentos.

Continua após a publicidade

A unidade que abriga a Alexa registrou um prejuízo operacional de mais de US$ 5 bilhões, em um ano. Caso se concretizem, as demissões representarão um corte de aproximadamente 3% da equipe corporativa da Amazon, disse o jornal.

Na semana passada, a Meta, dona do Facebook, anunciou mais de 11 mil demissões, ou 13% da equipe total. Outras empresas, como Twitter, de Elon Musk, Microsoft e Snap, tomaram medidas semelhantes.

A desaceleração econômica e o aumento dos custos de mão de obra e transporte prejudicaram empresas que contrataram agressivamente durante a pandemia, quando aumentou a demanda por comércio eletrônico para serviços baseados em nuvem.

A Amazon perdeu cerca de 40% do valor de mercado até agora em 2022.

Leia também: Facebook é multado em R$ 6,6 milhões por vazamento de dados de brasileiros

Veja Também