Arquiteta explica como a organização de ambientes influencia nas sensações humanas

Postado em: 19-05-2021 às 18h33
Por: Redação
Com o aumento do home office, alguns tiveram benefícios e outros transtornos | Foto: Reprodução

Ter um bom ambiente de trabalho seja presencial ou home office é algo essencial e que influencia no desempenho. Com a pandemia, essa necessidade ficou mais visível e trouxe benefícios ou malefícios. A Arquiteta e urbanista Anna Carolina Cruz, em entrevista ao O Hoje News, explica que com as mudanças provocadas pela Covid-19, algumas pessoas tiveram benefícios ou malefícios com o trabalho em casa. 

“Essa necessidade gerou dois grandes grupos: um que teve mais qualidade de vida por ter parado de se estressar com trânsito e teve mais tempo para a família; e outro que não possuía estrutura para o home office, o que gerou transtornos”, explica.

Ela complementa que existe um ramo da arquitetura que ajuda a resolver e adequar o ambiente para um melhor conforto na hora do trabalho. “NeuroArquitetura é uma vertente da arquitetura que linca principalmente a neurociência com a psicologia”, conta. 

Anna finaliza explicando que “temos percebido muito de direcionar a arquitetura e ambientes para o ser humano onde tentamos somar com a questão do sentir do conforto, bem estar, saúde física e psicológica para os ambientes”.

Veja a entrevista na íntegra

Compartilhe: