Álcool é tema de campanha contra queimaduras durante o Junho Laranja

Postado em: 01-06-2021 às 15h23
Por: Alice Orth
Segundo o presidente da SBQ, José Adorno, o aumento do uso de álcool para desinfecção durante a pandemia também aumentou o risco de acidentes | Foto: Reprodução

A Sociedade Brasileira de Queimaduras (SBQ) anunciou o tema da campanha do Junho Laranja, com início nesta terça-feira (1º/06). “Álcool e fogo: mantenha distanciamento” é o tópico escolhido para discussão neste mês. O debate homenageia o Dia Nacional de Luta contra Queimaduras, que é realizado na próxima segunda-feira (06/06).

“O álcool é um produto inflamável, culturalmente muito presente nos lares brasileiros, principalmente para limpeza de superfícies e, agora, com uso estimulado prevenção ao coronavírus. Isso aumentou os acidentes com queimaduras. As pessoas lidam de forma descuidada, não sabendo o potencial de queimar”, informou o presidente da SBQ, José Adorno.

A ação é realizada há 10 anos para conscientizar a população quanto à prevenção de acidentes relacionados ao fogo. Em parceria com representantes regionais, a associação nacional apresentará atividades durante todo o mês, incluindo lives, entrevistas com especialistas, material explicativo, vídeos educativos para o público infantil e uma rede de atendimento. Além disso, monumentos por todo o País devem ser iluminados com a cor laranja para lembrar a data.

“O objetivo é alertar autoridades, legisladores, a população como um todo que as queimaduras necessitam de políticas específicas para a prevenção, alertar para os perigos sobre queimadura, seja com álcool, líquidos quentes, eletricidade. Tem vários agentes que causam queimadura e que as pessoas precisam ter cuidado para evitar morte e cicatrizes após acidente”, destacou Adorno.

Atualmente, queimaduras ocupam o 4º lugar em causa de mortes de crianças e adolescentes no país. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), são 320 mil vítimas menores de idade por ano. O Ministério da Saúde estima ocorram em torno de 1 milhão de incidentes por queimaduras ao ano, e a cada 100 mil pessoas internadas, 2.500 vão à óbito.

“A maioria dos acidentes acontece em ambiente doméstico. Conhecendo a causa e estabelecendo políticas corretas, com educação, campanhas que promovam cuidado, certeza que podemos diminuir esse número de queimados”, lembrou o presidente da SBQ.

Mais informações sobre a programação podem ser encontradas em www.sbqueimaduras.org.br.

Compartilhe: